Fundamentos da Governança Corporativa

24/04/2010. Atualizado 4 anos atrás. Categoria: Artigos Importantes E interessantes

 No atual cenário das Instituições de Ensino Superior – IES, o modelo de gestão deve ser cada vez mais profissional.

As Instituições necessitam trabalhar efetivamente o planejamento e a gestão estratégica, o marketing e outras formas inovadoras de gerenciamento, tendo em vista o alcance de melhores resultados.

A governança corporativa é compreendida como o sistema pelo qual as instituições são gerenciadas, envolvendo os relacionamentos entre os mantenedores e dirigentes institucionais. As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da Instituição, facilitando o acesso ao patrimônio, contribuindo para a perenidade institucional.

Neste âmbito, é importante destacar a governança corporativa e quatro princípios básicos:

1º - A Transparência, que gera o clima de confiança nas IES.
2º - A Equidade via tratamento justo e igualitário para todos os envolvidos no processo.
3º - A Responsabilidade, sendo desenvolvidas em todas as funções e processos de gestão.
4º - O Comprometimento via aceitação como algo pessoal da missão, visão de futuro e dos princípios da Instituição.
A maneira como se trabalha nas instituições e os principais fundamentos da gestão corporativa são itens importantes para alcance dos resultados esperados. Esses fundamentos se resumem:

- A valorização e reconhecimento das pessoas e sua contribuição na IES.
- A responsabilidade e co-responsabilidade – entrega de resultados;
- A confiança e credibilidade adquirida.
- As experiências sistematizadas, trabalhando o gerenciamento das rotinas e dos processos.
- A otimização dos resultados, sabendo que não basta alcançá-los, é preciso sustentá-los.
Para que estes fundamentos sejam trabalhados e estruturados, de forma racional, devem-se criar equipes de resposta rápida para implantação de um modelo de gestão. Elas devem abranger as seguintes áreas:

- Gestão acadêmica e administrativa,
- A sustentabilidade dos cursos,
- Os riscos e conflitos,
- Os recursos humanos e estratégicos.
- Cada segmento da IES (setor, área, curso) deve se sentir representado.

Especificamente, em relação à governança corporativa, é importante a formação de comitês que promovam e valorizem a participação dos colaboradores. Assim, para que as IES alcancem resultados e atinjam a sustentabilidade, é preciso cada vez mais trabalhar a cultura da governança corporativa/ institucional.
Em suma, torna-se importante para o ensino superior privado a busca e adoção de mecanismos que possibilitem ao mercado, a melhor visualização desse tipo de ‘negócio’, visto que, por muito tempo as IES foram geridas por estruturas estritamente familiares. É preciso ampliar o diálogo entre os dirigentes institucionais e os mantenedores/acionistas, profissionalizando a gestão.

2783 visualizações.

1 avaliação

Deixe um comentário

 
 

1 comentários.

Olá. Pretendo fazer minha dissertação de mestrado voltada à Governança nas IES. Gostaria muito de receber mais informações sobre o tema.

Comentário por Maria Aparecida Cardozo, 4 anos atrás Responder