Webmail

Conheça o Inbox
e experimente uma nova maneira de gerenciar seus e-mails.

Cuidado com os e-mails falsos.

Lembre-se: a Unochapecó jamais solicitará sua senha por e-mail ou por telefone.

14ª Sipat promove momentos de tranquilidade e relaxamento

Saúde

Entre os dias 18 e 21 de agosto, professores, técnico-administrativos e estagiários da Unochapecó tiveram uma experiência diferente durante o horário de trabalho. Eles puderam participar da 14ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) da universidade, que buscou melhorar a qualidade de vida das pessoas dentro e fora do horário de expediente. Durante as atividades organizadas pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), palestras e oficinas trataram do tema “Equilíbrio e harmonia ao alcance de todos”.

unoNo primeiro dia do evento, os participantes puderam aprender um pouco mais sobre qualidade de vida no trabalho com a palestra da Drª Maikelli Simes. Na quarta-feira (19) o assédio moral foi tema de uma oficina ministrada pelo advogado e procurador jurídico da Fundeste, professor Rudimar Roberto Bortolotto. Por se tratar de um problema que pode ocorrer em qualquer ambiente ou setor da instituição, a conversa orientou todos os participantes sobre o tema e ressaltou o suporte prestado pela Unochapecó nestes casos.

Os participantes entraram em movimento na quinta-feira (20) durante a oficina de Yoga com a fisioterapeuta Manila Razera Rodrigues. A prática da meditação proporcionou uma sintonia entre corpo e espírito. A auxiliar de projetos da Unochapecó, Raquel Bamberg Tauchert, não conhecia a prática, mas percebeu os benefícios dela. “A atividade me ajudou a ter mais concentração, pois tive que parar de pensar em tudo e relaxar. Ela também vai ajudar na hora de tomar decisões, para que seja de uma forma mais tranquila e centrada” afirma Raquel.

unoNo último dia, foi a vez de praticar uma arte milenar, que é passada a cada nova geração, o Tricot. De acordo com a professora Rachel Corrêa de Quadros, que ministrou a oficina, muitos participantes além de relaxarem, perceberam que o tricot faz parte da história de cada um, algo que vem de família. “Na nossa vida atordoada entre trabalho e casa, o tricot traz um momento de relaxamento, de lembrar de uma vó, uma tia, dos velhos tempos”, ressalta a professora. Para a analista de processos da Unochapecó, Denise Maria Herbert, que não sabia nem “segurar as agulhas”, a experiência vai ajudá-la a se manter calma. “Tive dificuldade para segurar a linha e as agulhas, pulei alguns pontos e tive que desfazer o trabalho, mas isso ajudou pois acabei praticando mais. Além de me desestressar, aprendi algo novo”, conclui Denise.

COMPARTILHE
TAGS
Relaxamento
Qualidade de vida
Equilíbrio e harmonia
Cipa
14ªsipat

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus