Webmail
Menu Busca

Unochapecó amplia reformas na infraestrutura para melhorar atendimento

Inovação

Texto Andressa Pomagerski*

 

Ao andar pelos corredores da Unochapecó várias mudanças podem ser percebidas. Desde obras grandes, como a finalização de um novo bloco, até reformas de salas e banheiros. Todas buscam melhorar a infraestrutura da Instituição para, consequentemente, proporcionar melhor qualidade de ensino e trabalho a estudantes e funcionários.

Segundo a diretora de Logística, Projetos e Obras da Unochapecó, Paula Batistello, nenhuma reforma é somente física, todas elas ocorrem com muito planejamento e alteração nas formas de organização. Um exemplo é a Central de Relacionamentos, que agora possui uma ilha central para auxiliar no atendimento aos acadêmicos e à comunidade. "Essa é a porta de entrada para a Universidade. Quem vem de fora acaba passando pelo local e conta com profissionais que repassam informações gerais sobre a Unochapecó e também direcionam para os setores corretos", explica a diretora.

Ela conta ainda que a Instituição oferece mais de cinco mil bolsas de estudo, que em anos anteriores eram distribuídas por vários setores, o que acabava confundindo o estudante. Para facilitar o processo e atender melhor os acadêmicos, um setor específico foi criado, o de Bolsas, Financiamentos e Crédito Estudantil. Ele passou a funcionar em frente à Central de Relacionamentos. E por falar em atendimento, há outro espaço que foi criado justamente para isso, o Quero Estudar. Localizado próximo a livraria, ele surgiu com o objetivo de receber os novos estudantes e orientar os que já estão na Instituição.

Também pensando em melhor acolher a população, o Centro de Atendimento à Comunidade (CAC) foi transferido para o centro de Chapecó, na Rua Clevelândia, 57 E, sala 101, edifício Mitra Diocesana, com entrada pelo Terminal Urbano. A mudança de endereço ocorreu com o objetivo de melhorar o atendimento e as condições de trabalho dos professores, técnicos e estudantes que atuam junto ao Centro, além de promover a acessibilidade aos usuários.

ambulatórioOs serviços de saúde também foram ampliados, com a inauguração do Ambulatório de Especialidades Médicas, localizado no segundo piso do bloco G3. O ambulatório atende tanto acadêmicos e funcionários quanto à comunidade em geral. Paula Batistello conta que as obras nessa área não param por aí. "Uma Clínica Integrada está sendo construída. O objetivo é que as recepções da Clínica de Fisioterapia e Odontologia, em conjunto com o Ambulatório, fiquem em um mesmo lugar, otimizando o tempo e organizando os atendimentos."

A acessibilidade na Unochapecó é levada a sério. Muitas alterações foram feitas para proporcionar melhores condições para portadores de necessidades especiais, como instalação de elevadores. Os banheiros de alguns blocos também foram reformados e placas e mapas táteis instalados no blocos para auxiliar na localização de cada espaço. Um setor específico foi criado, localizado logo na entrada da Instituição, junto ao Núcleo de Apoio Psicopedagógico Institucional (Napi).

Outro avanço foi a construção de uma Sala de Metodologias Ativas, localizada no bloco G e que conta com uma lousa interativa. Segundo Paula, a intenção é possibilitar uma aula diferenciada. "Com a lousa e as mesas redondas, as aulas podem ser elaboradas de formas diferentes, utilizando outros métodos de aprendizagem. Talvez essa seja a sala de aula do futuro e sirva de modelo para que outras sejam construídas assim". Para ser utilizada, a sala precisa ser reservada no apoio operacional, através do email operacional@unochapeco.edu.br.

Paula ainda cita a aquisição de novos equipamentos para a Academia da Unochapecó e algumas mudanças em relação à graduação a distância. Foram construídas salas com equipamentos para conferências, uma delas com tratamento acústico, além de estúdios para gravação de aulas.

 

Projetos futuros

O número de obras foi significativo, mas se engana quem pensa que elas param por aqui. Segundo a diretora de Logística, Projetos e Obras da Unochapecó, Paula Batistello, existem muitas coisas que ainda precisam ser feitas. "Temos previsões para novas obras. Queremos iniciar ainda neste semestre o hospital veterinário, além de outros projetos em fase de planejamento."

Para o reitor da Unochapecó, professor Claudio Jacoski, apesar de todas as dificuldades apresentadas pelo cenário econômico nacional, a Instituição mantém muita rigidez e controle de gastos, e assim consegue recursos para melhorias nas instalações físicas e estruturais. "É importante que possamos manter as instalações sempre adequadas para o uso de nossos estudantes, com acessibilidade e conforto. A expectativa é que no início do ano que vem possamos entregar nosso novo Salão de Atos para que a comunidade acadêmica possa usufruir de um espaço moderno e adequado para nossas atividades", comenta.


*Estagiária, sob orientação de Greici Audibert

placassol

 

 

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Mudanças
Infraestrutura

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus