Webmail

Conheça o Inbox
e experimente uma nova maneira de gerenciar seus e-mails.

Cuidado com os e-mails falsos.

Lembre-se: a Unochapecó jamais solicitará sua senha por e-mail ou por telefone.

Simpósio de Ciências Farmacêuticas promove novas visões da profissão

Saúde

Durante os dias 23 e 24 de setembro, o curso de Farmácia da Unochapecó, juntamente com a Farmácia Escola, realizou o II Simpósio Regional de Ciências Farmacêuticas. O evento ocorreu no Salão de Atos da universidade e tratou de diversas formas de atuação do farmacêutico e das pesquisas na área. Estudantes, professores e profissionais participaram das atividades e também houve a premiação dos melhores trabalhos.

Com o objetivo de promover um salto na melhoria do curso e abrir os horizontes dos estudantes sobre a profissão, esta edição do evento foi pensada em conjunto com todo o corpo acadêmico do curso. Também foi uma forma de todos valorizarem e conhecerem os trabalhos de pesquisa que são realizados dentro da universidade. "Vimos trabalhos de alto nível, abordando vários assuntos, como câncer, saúde do trabalhador, dengue, entre outros. O mais importante é incentivar que aqui na Unochapecó temos trabalhos de ótima qualidade, feitos pelos nossos estudantes”, afirma o coordenador do Simpósio, professor Walter Antônio Roman Júnior.

Ainda segundo Walter, foram convidados pesquisadores e profissionais renomados do país para falar das áreas de atuação. “O profissional farmacêutico tem uma gama muito grande de possibilidade de atuação, desde o controle de qualidade, inovação com novos produtos, na área cosmética, na área fitoterápica, matrizes de sangue, indústrias farmacêuticas e farmácias de manipulação ou hospitalar”, assinala.

Oncologia e atuação do profissional

No primeiro dia do evento, houve uma palestra com a farmacêutica do Hospital Regional do Oeste (HRO), Maria Isabel Gonçalves da Silva, que falou sobre o tema “Farmacêuticos em Oncologia”. Segundo ela, com as inovações na área científica e de pesquisas de medicamentos, o farmacêutico é um personagem muito importante, que pode estar engajado nos processos e estudos de novas alternativas clínicas. “Todo centro de tratamento oncológico necessita de um profissional farmacêutico, principalmente pela manipulação dos medicamentos. Cada vez existem mais especializações na área e hospitais que oferecem residências para os profissionais interessados”, conta Maria.

uno

Em seguida, a farmacêutica da empresa Johnson e Johnson do Brasil, Cristina Wöhlke Vendruscolo, conversou com os participantes sobre o tema “Profissional Farmacêutico: Sua atuação vai muito além do que você imagina”. Durante a palestra, ela comentou as áreas em que os profissionais podem estar inseridos, e dentro da indústria farmacêutica foi falado um pouco de como eles trabalham. “Existem farmacêuticos trabalhando na área de pesquisa e desenvolvimento, de marketing, na produção, na legislação dos assuntos regulatórios, entre outros. O profissional pode estar inserido em uma série de atividades diferentes”, afirma Cristina.

Indústria Farmacêutica e de alimentos

A tarde de quinta feira (24) começou com palestra do representante da JBS Foods, Ericson José Bonfanti Silvestrin, que falou sobre o tema “O Farmacêutico e a Indústria de Alimentos”. Durante a conversa, os participantes entenderam qual é o papel do  farmacêutico na indústria de alimentos e o controle que é necessário dentro delas. Para Ericson, a área ainda não é muito procurada pelos profissionais, mas devido a quantidade de indústrias deste tipo na nossa região, as oportunidades de emprego acabam aumentando. “As indústrias de processamento de carnes são as que mais contratam. É um nicho de mercado gigantesco onde o farmacêutico pode estar atuando”, afirma.

unoTambém, no dia 24, o químico da Prati-Donaduzzi Medicamentos Genéricos, Vinicius Muller, falou com os participantes sobre o tema “Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação na Indústria Farmacêutica”. Segundo Vinícius, este tipo de indústria teve uma grande explosão a partir de 1999, com a lei dos genéricos no país. “As maiores indústrias farmacêuticas estão baseadas nos produtos genéricos e similares, mas as possibilidades já vem se esgotando. Hoje, a inovação incremental e alguns projetos na área de biológicos são a grande sensação do momento, que vem revolucionando os tratamentos de doenças”, pontua.

Finalizando o evento, houve a apresentação de trabalhos científicos na forma de pôster no hall de entrada do Salão de Atos e uma palestra sobre teste de paternidade com o farmacêutico do Laboratório Álvaro, Cleiton Paulo Aigner. Também, teve a entrega da premiação para os melhores trabalhos.

COMPARTILHE
TAGS
Simpósio de ciências farmacêuticas
Profissão
Novas visões
Farmárcia
Farmacêutico
áreas de atuação

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus