Minha Uno
Webmail
Menu Busca

A realidade profissional ainda mais próxima da graduação

Educação

Texto Gabriel Kreutz*

 

Começar um curso de graduação e, de cara, já conhecer a prática da profissão escolhida. Essa aproximação é possível por meio do componente curricular Aprendizagem Baseada em Experiências (ABEx), um dos grandes diferenciais dos cursos de graduação da Unochapecó. Com ele, os acadêmicos têm contato com atividades que serão desenvolvidas tanto ao longo da faculdade, quanto futuramente na profissão. Esta inovação nos cursos teve início no primeiro semestre deste ano, e uma das estudantes que cursaram a disciplina foi Luana Toillier, hoje no segundo período de Engenharia de Alimentos.

"Essa matéria é incrível! É já ter uma visão do que terá pela frente. Desde o primeiro semestre já conhecemos e colocamos a mão na massa em atividades que futuramente, ou até mesmo ainda durante a graduação, vamos utilizar. Em um primeiro momento, aprendemos sobre pesquisa, tivemos vários convidados para falar suas experiências nessa área, aprendemos a utilizar diferentes ferramentas e também praticamos sobre apresentação e escrita de projetos para ir nos acostumando com a área. Agora, no segundo semestre, desenvolvemos uma pesquisa, desde a escolha do tema até os experimentos, com todo o auxílio das professoras", relata.

Em 2020 a Unochapecó começou a estruturar uma grande reforma pedagógica em todos os cursos, e a ABEx é o carro-chefe dessa mudança. "Para iniciar essa reestruturação, formamos uma comissão com professores de diversos cursos da Instituição, que teve o desafio de pensar para onde vamos neste novo cenário da educação superior. Fizemos várias pesquisas, e a partir delas resolvemos criar o nosso modelo, fundamentado em vários modelos do Brasil e do exterior, que é a ABEx", explica o Diretor de Ensino da Uno, professor Hilario dos Santos.

 

Mas na prática, como funciona?

A ABEx está configurada em todos os cursos a partir do primeiro período. Ela tem no mínimo seis ocorrências ao longo da graduação, sempre uma por semestre, e o objetivo é fazer as disciplinas conversarem entre si. Por ser mais prática, a proposta de aprendizado dela é sempre lidar com um problema real, ou, situações-problema, que é aquilo que é transformado como laboratório para o aprendizado. Assim, o professor associa conteúdos, mas a ABEx é muito mais o estudante na prática, lidando com problemas reais da comunidade, ONGs, empresas, terceiro setor e associações, por exemplo, tentando resolver problemas. 

"Então, a gente trabalha com princípios científicos para tentar solucionar ou tentar indicar caminhos para a sociedade resolver seus problemas por meio da Universidade. A Unochapecó é vanguarda, ela puxa essa proposta, que reúne muita pesquisa, a partir dessa comissão de professores. E ela tende a crescer, pois ainda estamos em processo de construir ela junto com os estudantes, a partir do que eles estão trazendo nas avaliações. A ideia é crescer e não temos limites, a gente nem sabe aonde ela vai chegar, mas já está dando muitos frutos logo no início", conta o professor.

E, assim como Luana já relatou, a resposta dos outros acadêmicos sobre a ABEx também têm sido muito muito boas. Segundo Hilario, um dos motivos para isso é porque os estudantes já falavam sobre a necessidade de aulas diferenciadas e provocativas. "E essa geração que está vindo, está respondendo muito bem aos desafios, e a ABEx desafia, tanto os professores quanto os alunos. E o conhecimento que você absorve quando é desafiado, quando você faz o movimento de ir ao encontro do conhecimento, é muito expressivo. Falamos muito de aprendizado significativo, e estamos vendo isso acontecer em tempo real, o retorno dos alunos em relação a ABEx tem sido fantástico, eles não veem a hora de entrar na próxima, de saber o que vem pela frente, por que não é uma disciplina tradicional, é extremamente aberta e nova, os alunos estão desde o primeiro período construindo experiências de fato", completa.

 

Fundamentos teóricos e práticos

Durante o 10º Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Siepe), realizado entre os dias 24 e 26 de novembro, foi lançado o livro 'Aprendizagem Baseada

em Experiências (ABEx) - fundamentos teóricos e práticos'. A obra, publicada pela Editora Argos da Unochapecó, conta com dez artigos e tem como organizadores os professores Hilario Junior dos Santos e Elcio Cecchetti. O livro foi pensado para materializar toda essa reforma acadêmica que está em curso na instituição, e pode ser acessado de forma online e gratuita.

 

Quer saber mais sobre como foi a ABEx em outros cursos da Uno? Confira nos vídeos abaixo o relato de estudantes dos cursos de Direito e de Arquitetura e Urbanismo que participaram da disciplina.

 

*Jornalista - Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Profissao
ensino
Abex

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus