Webmail
Menu Busca

Alunos do exterior podem estudar e fazer estágio remunerado na Uno

Cultura

Texto Jessica De Marco*

O intercambista que escolhe a Unochapecó agora pode aliar duas grandes experiências de uma só vez: estudar e fazer um estágio remunerado. A oportunidade é novidade na Instituição e oferecida por meio do Programa de Estágio Internacional. A parceria entre a Assessoria de Relações Nacionais e Internacionais da Universidade (Arni) e o Setor de Estágios e Monitorias torna a Instituição ainda mais evidente no mundo. E, mais do que isso, amplia o aprendizado do estudante estrangeiro que vem até a Unochapecó.

O colombiano Juan Diego Ramirez, de 21 anos, da Universidad Santo Tomás, que o diga. A possibilidade de realizar um estágio foi justamente o que o motivou a escolher a Universidade como destino. O jovem já está na Unochapecó para realizar o seu intercâmbio, que tem a duração de seis meses. Além de frequentar quatro disciplinas no curso de Administração, ele dá sequência a um projeto desenvolvido na Colômbia, agora recebendo o auxílio do Escritório de Projetos da Uno. "O estágio é um requerimento para terminar a minha graduação, por isso gostei muito dessa proposta da Universidade", destaca o intercambista.

arni sJuan também contribui com o setor de diversas maneiras, uma delas na promoção de networking. O objetivo é aumentar a rede de relacionamentos entre a Unochapecó e a Universidade San Tomás, tornando-as mais próximas e já pensando em futuras parcerias. O diretor de Inovação da Unochapecó, professor Rodrigo Barrichello, é quem orienta Juan. A presença de um estagiário estrangeiro, segundo ele, pode se transformar em uma oportunidade de rever conceitos e modificar o que se julgar necessário. "Nada melhor do que alguém de fora para enxergar de maneira diferente o que nós, brasileiros, estamos acostumados a fazer sem nos questionarmos", acrescenta.

Apesar de estar há pouco tempo em Chapecó, Juan não tem dúvidas de que essa será uma das maiores experiências de sua vida. "O intercâmbio ajuda muito na formação das pessoas e a desenvolver diversas habilidades". Ele acrescenta ainda que não esperava encontrar uma Universidade tão grande e estruturada como a Unochapecó. Além de uma cidade tão organizada. "A Universidade é muito grande e na minha só tem sete graduações. Essa é a maior diferença que notei. Também estou surpreendido com a Inctech, que ajuda muito na criação de novas empresas. E a cidade é muito planejada, tudo tem simetria e é de fácil acesso", complementa.

sfsdf

 

Apoio ao estrangeiro

O Programa Internacional de Práticas Profissionais é mais uma forma de atrair estudantes estrangeiros para a Unochapecó. Segundo a responsável pelo setor de Estágios e Monitorias da Universidade, Taiz Antonini, o projeto cumpre todos os requisitos da legislação e busca dar todo o suporte necessário ao estrangeiro. Para participar, basta o estudante estar regularmente matriculado em um curso de graduação ou pós-graduação de uma instituição parceira da Uno. Além do valor do estágio remunerado, o intercambista também não tem custos com as mensalidades do curso. "Essa oportunidade é uma via de mão dupla. Assim como vamos aprender com ele, também podemos ensinar e mostrar um pouco da nossa realidade, um aprendizado de ambos os lados", comenta Taiz.

dgfdgdfgd

E para auxiliar ainda mais nesse processo, a Unochapecó criou algumas ferramentas que apoiam os estudantes na cidade. Uma delas é o programa 'UnoWelcome', que envolve também as pessoas da comunidade acadêmica. O objetivo é integrar o novo aluno a essa nova realidade e auxiliar em tarefas simples, como, por exemplo, se localizar pela Universidade. As pessoas interessadas em participar do projeto e ser um Amigo Uno devem preencher um formulário, disponível na página da Arni, e encaminhar ao e-mail arni@unochapeco.edu.br. Podem participar do programa alunos, professores e técnicos da Unochapecó que, voluntariamente, possam auxiliar na recepção do intercambista. Além dessa, outra ferramenta que busca ajudar o estudante é o 'Programa Família Acolhedora', que seleciona interessados em acolher os estrangeiros em suas casas.

Para o próximo semestre, novos intercambistas devem chegar na Universidade por meio do programa. A assessora da Arni, Liana dos Santos, afirma que já está em contato com as universidades parceiras para divulgar quatro vagas disponíveis na Unochapecó. "A perspectiva é que cada vez mais possamos ter estudantes internacionais vindo para a Unochapecó", conclui.  

 


*Jornalista do Núcleo de Produção de Conteúdo (NPC) - Unochapecó
COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Programa de estagio internacional
Intercambio
Arni

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus