Webmail
Menu Busca

Amor construído e fortalecido na Unochapecó

Histórias

Texto Gabriel Kreutz*

 

A Uno faz parte da vida de milhares de pessoas, e de diversas formas. É um local de conhecimento, amizades, descobertas e encontros. Encontros esses que marcam a nossa vida. Com Matheus Weiser Ribeiro e Ana Laura Pelizza, quando eram veterano e caloura do curso de Design da Unochapecó em 2019, o encontro aconteceu  no primeiro dia de aula do segundo semestre daquele ano. A imagem da nova estudante de cabelo rosa não saiu da cabeça de Matheus, que decidiu compartilhar no Twitter o que sentiu naquela noite. Perto de completarem dois anos de namoro, neste Dia dos Namorados, comemorado no sábado (12/06), os dois lembram de como iniciaram suas histórias acadêmicas e de vida juntos.

“Era o primeiro dia de aula e os veteranos iam visitar a sala dos calouros. Eu cheguei lá, olhei para eles e, no meio de todo mundo, avistei um cabelo rosa, olhei pra ela e me apaixonei na hora. Eu resolvi tweetar que havia gostado dessa tal caloura do cabelo rosa, ela acabou vendo isso na rede e me chamou para conversar, duas semanas depois já estávamos namorando”, relembra Matheus.

Mesmo conversando por mensagem, após a declaração na rede social, Ana conta que foi preciso um 'empurrãozinho' para que houvesse a primeira conversa presencial. “A gente ficou trocando mensagens por um tempo porque nenhum dos dois tinha coragem de falar pessoalmente (mesmo admitindo que um gostava do outro). Foi um amigo nosso que fez a gente sentar para conversar. Depois disso, meio que não nos separamos mais, o meu grupo de amigos e o dele viraram um só. Após umas semanas conversando sobre o que um sentia pelo outro, ele me pediu em namoro”.

Hoje ele está no 5º período e ela no 4º, o que faz com que os dois se auxiliem, e em algumas matérias que cursam juntos, formem duplas ou integrem o mesmo grupo. Entre os colegas e professores, é difícil quem não reconhece os dois sempre juntos. De acordo com Matheus, até o coordenador de Design, professor Henrique Telles Neto, fala que eles são ‘o casal do curso’. “É muito bom dividirmos as experiências, nos ajuda em tudo e por isso construímos várias histórias, pois nosso principal ciclo de amizade foi formado lá”, comenta.

Para Ana, a ligação com a Uno e as memórias desse tempo sempre estão vinculadas também com o namorado.

“Nossa relação dentro da faculdade é totalmente positiva, é ele quem me ajuda em matérias que eu tenho dificuldade, e que me levanta quando eu fico pra baixo por um trabalho atrasado ou uma matéria difícil”.

 

Fortalecer laços

Diego e Carla estão há 11 anos juntos

Mas algumas histórias também começaram fora da Uno e acabaram se fortalecendo dentro da Universidade. É o caso do coordenador de Suporte ao Usuário da Gerência de Tecnologia da Informação, Diego Fabio Schuh, e da professora e técnica do Laboratório Pronto 3D, Carla Cristina Secchi. Eles atuam há 9 e 5 anos, respectivamente, na Instituição, mas a história de amor dos dois começou 11 anos atrás.

“Na época eu morava em Modelo e ela em Caibi. Nos conhecemos em uma festa na cidade de Maravilha, e depois disso  começamos a nos comunicar pelas redes sociais (MSN e Orkut). Depois de alguns meses marcamos de nos encontrar, fui visitá-la em sua cidade e começamos a namorar”, relata Diego.

Hoje, trabalhando no mesmo local, porém em setores e blocos diferentes, a Universidade faz parte da rotina dos dois. “Quando conseguimos vamos juntos ao trabalho, mas não é sempre, pois temos horários diferentes. Em determinados momentos eu trabalho pela manhã/tarde e outros momentos trabalho tarde/noite. Já a Carla tem horários diferentes nos dias da semana em decorrência das aulas da graduação que ela ministra”. 

Justamente por viverem a Universidade, Carla acrescenta que é normal dividirem histórias sobre a Instituição. “Vejo que é uma relação bem tranquila, sempre buscamos manter uma relação profissional no ambiente de trabalho. Em alguns momentos e situações compartilhamos sim o dia a dia, é normal por convivermos juntos, mas sempre como forma de ajudar um ao outro”, ressalta.

 

Correio do amor

Seja para promover encontros, ou fortalecer laços, de fato muitas pessoas têm suas vidas mudadas pela Unochapecó. Para finalizarmos essa matéria de Dia dos Namorados, fizemos uma pergunta para cada pessoa: o que seu/sua namorado/a representa para você?

 

De Matheus para Ana:

A Ana mudou minha vida em todos os sentidos, nunca tinha encontrado alguém que fizesse tudo que ela faz por mim e, ao mesmo tempo, estivesse aberta pra tudo que posso oferecer. Eu odiava casais clichês até perceber que amo ser um deles.

 

De Ana para Matheus:

Quando conheci o Matheus, por mais clichê que isso pareça, eu me apaixonei muito rápido, ele é um melhor amigo incrível e um namorado maravilhoso, tenho um orgulho imensurável dele. Todos os planos que tenho para minha vida, tanto pessoal quanto profissional, incluem ele, e eu espero de verdade que a gente possa realizá-los juntos. O Matheus mudou a minha vida, e eu espero poder passar ela do lado dele por muito tempo.

 

De Diego para Carla:

Evoluímos juntos, passando por momentos bons e momentos ruins e isso nos fortaleceu como companheiros. A Carla é uma pessoa especial que faz parte da minha vida, se tornando parte de mim, ela me completa. É o amor da minha vida.

 

De Carla para Diego:

Palavras não são suficientes para expressar tudo o que o Diego é para mim, é meu companheiro de longa jornada, uma relação de mais de 11 anos, é uma vida construída juntos, passando por momentos bons e ruins, mas ele sempre esteve ao meu lado. Foi amor à primeira vista quando vi ele, e continuará sempre sendo meu grande amor.

 

A Uno deseja um Feliz Dia dos Namorados e que este continue sendo um local que torna os encontros e o amor possíveis. 

 

*Jornalista - Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Dia dos namorados

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus