Webmail
Menu Busca

As cidades durante e pós-pandemia

Educação

Texto Jessica De Marco*

 

A pandemia transformou nossas rotinas e a forma como vivemos enquanto sociedade. Além disso, nos fez repensar diversos temas, inclusive a forma como estão organizadas as nossas cidades para usos durante e pós-pandemia. O assunto foi pauta do Sábado Integrado realizado pelo curso de Arquitetura e Urbanismo da Unochapecó, no dia 20 de março. O evento reuniu de forma online acadêmicos, professores e a comunidade externa, com palestras ministradas por renomados profissionais da área. 

“Debater esse tema é fundamental para que as pessoas continuem vivendo em comunidade e socialmente, partindo do princípio que esta é uma prática da essência da vida humana, afinal, não faz sentido o ser humano somente ficar em casa e ir ao mercado”, explica a coordenadora do curso, professora Paula Batistello. 

Para discutir estas questões, participaram no período da manhã o professor da Universidade de São Paulo (USP) e colunista da Folha de São Paulo e da Rádio USP, Nabil Georges Bonduki, e a professora Ana Paula Wickert, colunista do portal São Paulo e criadora do portal arq_atualiza. À tarde foi a vez das professoras do curso de Psicologia da Unochapecó, Renata Scartezini e Franciele Castanho, para uma atividade interna sobre cuidados durante a pandemia.

“Os alunos encerraram as atividades construindo um Mapa Mental sobre as discussões do dia. O evento foi um grande agregador de conhecimento e suscitou discussões importantes no nosso meio acadêmico. Conseguimos discutir desde a história das cidades e sua vulnerabilidade sanitária, passando pelas habitações e suas limitações durante a pandemia, assim como a falta delas, chegando a uma discussão mais macro onde foi possível enxergar os espaços públicos (ou a falta deles), incluindo mobilidade e todas as condições de usabilidade durante e após a pandemia”, acrescenta a professora.

Poder absorver os pontos de vista de profissionais que atuam diretamente no planejamento de cidades e que ajudam as pessoas a terem mais qualidade de vida foi uma experiência enriquecedora, afirma a estudante do 5° período, Elisa Zanrosso. “Acredito que a maioria de nós consegue ter um pouco de noção sobre as dificuldades que diferentes grupos sociais estão passando neste momento difícil que estamos vivendo. Basta assistir ou ler um pouco de jornal para conseguirmos notar como a desigualdade social tem crescido muito em relação aos anos anteriores, em decorrência da pandemia”, afirma.

Além disso, com as palestras, os estudantes puderam refletir sobre a importância da habitação social e do planejamento urbano para a sociedade em momentos de crise.

“O evento trouxe pautas para que nós, futuros arquitetos e urbanistas, possamos olhar com mais atenção à importância da moradia, do saneamento básico, da qualidade dos espaços públicos como praças, vias e espaços verdes e nos deixou uma brecha para analisarmos como nossa profissão pode agir em favor de uma sociedade mais justa. Reafirmamos que cidade não é apenas um espaço geográfico e sim uma estrutura de vivência que nos atinge diretamente em qualidade de vida e saúde pública. Vimos exemplos práticos de como a cidade e a moradia afetam diretamente a dimensão da doença em nosso país”.

A estudante considerou o evento muito importante para sua trajetória acadêmica e profissional. “Pois nos permite enxergar de forma mais ampla e poderemos aplicar os resultados dessas reflexões para realizar trabalhos mais humanos e ajudar a sociedade de alguma forma”, relata.

Realizar essas pausas na rotina acadêmica, tratando de outras temáticas, em grupos maiores, dão força a discussões relevantes. “Muitas questões do dia a dia que nos são impostas, também são aceitas sem tempo de repensá-las. Quando encaminha-se estas reflexões na academia, também se faz uma nova geração refletir e gerar aí possíveis empreendedores e inovadores, apoiando no desenvolvimento de Chapecó e da região”, finaliza a professora Paula.

 

 

*Jornalista - Diretoria de Marketing e Gestão de Marca Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Pandemia
Cidades
Arquitetura e urbanismo

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus