Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Ceom promove oficinas para a comunidade em escolas municipais da região

Cultura

Texto Ionara Virmes*

 

Visando a disseminação do conhecimento histórico regional, o Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina (CEOM) promoveu  a atividade 'Arqueologia na Praça'. As oficinas aconteceram na última semana de março, e tinham como objetivo reunir a comunidade e estudantes de escolas municipais de Chapecó, Xaxim e Xanxerê. As atividades aconteceram nas escolas  Monteiro Lobato, em Xanxerê, e Marechal Bormann, em Chapecó.  

As oficinas contaram com simulações de escavações arqueológicas

As atividades incluíram a exposição itinerante 'As Pistas que Revelam o Passado: Conheça o Patrimônio Arqueológico do Oeste Catarinense' e uma simulação de escavações arqueológicas, utilizando  caixas de areia e réplicas de artefatos históricos. Para a técnica em Educação Patrimonial do CEOM e proponente da atividade, Aline Bertoncello, as oficinas utilizam-se da arqueologia pública e da educação como instrumentos de engajamento social, objetivando a preservação do patrimônio arqueológico. 

"A socialização do conhecimento arqueológico é compreendida como uma responsabilidade do arqueólogo e daqueles que trabalham com o patrimônio arqueológico, especialmente por que do ponto de vista da preservação, quanto mais a comunidade estiver próxima dos bens e interagir de forma dinâmica com eles, pode se sensibilizar e tornar-se aliada na proteção do patrimônio", pontua.

As oficinas fazem parte do  projeto selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021, executado com recursos do Governo Federal e da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense de Cultura. Além desta, contou com a parceria dos setores municipais de cultura das cidades de Xanxerê, Xaxim e Chapecó.

 

*Estagiária de Assessoria de Imprensa

COMPARTILHE
TAGS
Oficinas
Escolas
Ceom
Arqueologia

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus