Webmail
Menu Busca

Cesto Básico aumenta 1,79% em fevereiro

Mercado

 

Mensalmente o curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, em parceria com o Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom), realiza uma coleta de dados nos mercados da cidade para verificar o valor do Cesto Básico. Entre os dias 04 e 05 de fevereiro

Os números foram pesquisados em dez estabelecimento, entre os dias 4 e 5 de fevereiro e analisam itens que vão desde alimentos in natura, semi-industrializados, industrializados, produtos de higiene e limpeza, até serviços tarifados, como água, energia elétrica e gás. Neste mês a pesquisa levou em consideração o aumento do salário mínimo de R$ 954,00 para R$ 998,00.

Neste mês de fevereiro, a pesquisa encontrou um aumento de 1,79% comparado ao mês de janeiro, ou seja, o custo do cesto era de R$ 1.339,22 e passou a custar R$ 1.363,18. Para entender melhor, o consumidor necessita em média de 1,37 salários mínimos para adquirir o cesto. Se a comparação for feita entre os últimos doze meses, fevereiro de 2019 e fevereiro de 2018, é possível notar um acréscimo de 7,30%. Em fevereiro do ano passado o cesto básico custava R$ 1.270,45.

Entre os produtos, o repolho foi o que apresentou o maior aumento de preço 83,82%, se comparado ao mês de janeiro. Já a carne de frango apresentou a maior redução na comparação com o mês anterior, com baixa de 12,97%.

Os grupos e subgrupos que compõe o cesto básico apresentaram novamente aumento para o mês de fevereiro. O grupo que com maior acréscimo foi o de alimentares com 2,48%. O valor a ser gasto com esse grupo de produtos passou de R$ 928,17 em janeiro para R$ 951,17 em fevereiro. Dentre os subgrupos do grupo de alimentares o único que sofreu aumento neste mês foi o in natura, com 12,38%.

O grupo dos não alimentares e os serviços tarifados apresentaram aumento inferior a um por cento em fevereiro, 0,41% e 0,17% respectivamente. Esse aumento sofrido pelo grupo dos serviços tarifados neste mês foi alavancado pela energia elétrica, com acréscimo de 0,56%.

 

Cesta Básica

A Cesta Básica é uma síntese dos preços de alguns dos principais produtos que compõem o Cesto Básico. Ao se comparar os meses de janeiro e fevereiro de 2019, o custo da Cesta Básica, em Chapecó, para os supermercados pesquisados, apresentou um aumento de 2,67%.

Em fevereiro o custo da Cesta Básica para os consumidores é de R$ 310,26, já em janeiro deste mesmo ano era de R$ 302,21. Em fevereiro de 2018, o custo da cesta era de R$ 293,97, comparado com este mês o custo da cesta teve um aumento de 5,54% entre os últimos doze meses. Com base no salário mínimo nacional, uma família chapecoense em fevereiro, precisa de 0,31 salários mínimos para adquirir a Cesta Básica, enquanto que em janeiro eram necessários 0,32 salários mínimos para adquirir a cesta.

 

COMPARTILHE
TAGS
Cesto basico
Cesta basica
Aumento

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus
Pós-Graduação UNOCHAPECÓ
Chame no Whatsapp