Webmail
Menu Busca

Conheça histórias de sucesso na área do Direito

Profissão

Texto Jessica De Marco*

 

O Direito, uma das áreas profissionais mais antigas da humanidade, continua com grandes possibilidades de atuação no mercado. O formado na área pode optar por diversas carreiras jurídicas, atuar na advocacia pública e privada, ainda junto à Magistratura, ao Ministério Público ou como Delegado de Polícia, por exemplo. Pode também concorrer a outros cargos públicos que exijam formação superior e conhecimento da legislação. Hoje, dia 11 de agosto, comemora-se o Dia do Advogado e do Magistrado, por isso, nada melhor do que mostrar histórias inspiradoras de profissionais que fazem a diferença nos espaços em que atuam.

Posse como juiz aconteceu em 2016

Jean Vilbert é um deles. Sua trajetória de sucesso é motivo de orgulho não somente para sua família, mas para todos da Unochapecó. Afinal, ele é egresso da Universidade, e teve toda sua história profissional construída dentro da própria Instituição. Atualmente, Jean é Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, mas os primeiros passos foram dados lá em 2006, como estagiário do Laboratório de Práticas Jurídicas. “Desde então, tenho uma ligação muito forte com a Universidade. Pensava, naquela época, que teria muita dificuldade em abandonar a Unochapecó quando me formasse, pois me sentia tão bem lá, tão em casa”, comenta.

Assim, por um período, Jean passou seus dias dentro da Instituição. Das 7h30 às 22h30, para ser mais precisa. Fazia todas as suas refeições no local, seu estágio e ainda estudava. Depois, ele se tornou funcionário da Instituição. Primeiro, atuando no laboratório de informática, até mais tarde se tornar assistente jurídico. “Foi uma experiência espetacular, momento de muito crescimento. Me tornei outra pessoa depois de passar não somente pelo curso de Direito, mas como toda a Universidade”.

Antes de finalizar sua graduação, em 2011, ele iniciou na Unochapecó uma pós-graduação em Direito Processual Civil, que o possibilitou dar um novo passo na carreira, a de docente. Junto a essa nova função, Jean passou a atuar também como advogado do Escritório Sócio-Jurídico e iniciar seu mestrado. Mas os passos principais para seguir na carreira da magistratura foram dados quando passou a atuar como assessor jurídico, inicialmente na 2ª Vara Cível da Comarca de Chapecó e posteriormente na Comarca da Capital (Florianópolis). Realizou vários concursos e chegou até a última etapa das provas em várias deles, a primeira em São Paulo. “Como na época fui aprovado, felizmente com a melhor nota, pude assumir como juiz em São Paulo, iniciando minhas atividades em 2016”. 

Sonho em primeiro lugar

A história de Jean é inspiração por vários motivos. Não se resume, apenas, pelo fato de ter alcançado altas posições na sua área, mas especialmente pelas dificuldades que enfrentou até conquistar seu sonho. “Quem é mais antigo na Unochapecó lembra de mim. Tinha extrema dificuldade para pagar a mensalidade, mesmo sendo bolsista e funcionário. Eu pesava pratos para ganhar o almoço. Considerando que eu vim de uma família muito humilde, que nem passou perto da Universidade, concluir a graduação e passar no concurso mais difícil do Brasil é um enorme orgulho”. 

Para ele, tem sido uma aventura essa caminhada, já que gosta de novos desafios.

“Nós construímos a nossa própria Universidade. Se cada aluno estudar e se dedicar mais, não só receberá uma educação que lhe tornará capaz de encarar os grandes desafios que as carreiras possibilitam, especialmente a jurídica, mas também ajudará a tornar a universidade referência. Se fala muito sobre os professores, a instituição como estrutura, mas a principal parte são os alunos, eles exigem que os professores exijam mais deles”, finaliza.

Representatividade

A outra história inspiradora é do Thiago Degasperin, egresso de 2006 da Unochapecó. Advogado desde 2007, fala com orgulho da profissão que escolheu seguir e que considera fundamental para a sociedade. Atualmente, Thiago é presidente da Subseção Chapecó da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC). A OAB é uma instituição que representa a classe profissional. Entre outras funções, também é responsável pela realização do Exame de Ordem, que, caso aprovados, autoriza bacharéis em Direito a exercerem a atividade de advogado. A OAB também  trabalha na defesa da Constituição, dos direitos humanos, do Estado de Direito e da justiça social.

Mas para chegar onde está, Thiago lembra o período da graduação como uma etapa fundamental da sua vida, importante para sua formação não apenas profissional, mas também pessoal. “Ensinamentos e direcionamentos que utilizo sempre”, acrescenta. Com todos os elementos oferecidos pela Universidade, coube a ele a escolha da profissão. “Com clareza, pelas minhas propensões, direcionei-me para a advocacia, onde me realizei profissionalmente, seja pela atuação privada, seja pela atuação social e institucional, possibilitadas pela participação nas atividades conduzidas pela OAB”.

Thiago Degasperin, presidente da OAB/SC - Subseção Chapecó

Thiago iniciou sua trajetória participando da Comissão da Jovem Advocacia, além de várias outras comissões e da Caixa de Assistência dos Advogados. Hoje, enquanto presidente da Subseção de Chapecó, considera uma grande honra e responsabilidade representar a classe dos advogados. “Porém, nada, em momento algum, se faz sozinho. Temos uma diretoria, um conselho e um tribunal de ética fortes e combativos, comissões temáticas, conselhos municipais e comunitários, formados por advogados e advogadas altamente capacitados, que exercem um trabalho gratuito e de excelência, por toda classe e sociedade”, enfatiza.

Por ter passado por diversas fases durante sua carreira, o egresso relata que se sente realizado e orgulhoso pela profissão que escolheu.

“Não por acaso, está no artigo 133, da Constituição Federal, que a advocacia é indispensável à administração da justiça. Este papel institucional e legal, historicamente, rendeu a toda classe um pesado fardo, muito maior do que noutras profissões, de luta e responsabilidade social. Lembro, quando criança, dos meus pais dizendo: vamos aguardar o posicionamento da OAB, sobre tal tema. Isto reflete a importância e o papel que se espera da nossa Ordem. Hoje, podendo minimamente deixar minha singela contribuição à sociedade, ao lado de tão valorosos colegas, é motivo de muito orgulho”. 

O curso

No ano de 2020, o curso de Direito da Unochapecó completa 35 anos. Com nota máxima no Ministério da Educação (MEC), a consolidação no cenário regional, estadual e nacional é resultado de uma estrutura de espaços para atividades práticas, biblioteca com livros atualizados, professores mestres e doutores, grupos de pesquisa e oportunidades de estágio. 

“Um dos principais diferenciais do curso de Direito da Unochapecó é a quantidade de campos de estágio disponibilizados. Nos dois primeiros semestres, os estudantes realizam estágios na área do Direito Civil, no terceiro na área do Direito Penal e no quarto nas áreas dos Direitos Previdenciário e Trabalhista, podendo optar pelo Escritório Sócio-jurídico, Juizados Especiais Cíveis, Procon, Mediação Familiar, Penitenciária Agrícola, Presídio Regional, Defensoria Pública e escritórios de advocacia”, explica o coordenador do curso, professor José Jacir Victovoski.

A Unochapecó é a única Universidade do Oeste catarinense que possui uma vara dos Juizados Especiais Cíveis instalada dentro do campus, contendo gabinete do juiz, assessoria e salas para a realização de audiências. “Os estágios aproximam a Universidade e os estudantes da comunidade. As experiências adquiridas enriquecem o conhecimento e a formação dos estudantes, preparando-os para o exercício da profissão”, finaliza.

Quer saber mais sobre o curso? Confira o e-book.

 

*Jornalista - Assessoria de Imprensa Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Universidade
Direito
Dia do magistrado
Dia do advogado

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus