Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Mestrado em Educação comemora dez anos e projeta abertura de Doutorado

Educação

Na noite da última sexta-feira (23), o Salão Nobre da Unochapecó foi palco do evento comemorativo dos dez anos de atividade do Programa de Pós-graduação em Educação. A noite contou com a presença de mestrandos, egressos, docentes, ex-docentes e familiares, e contou com a apresentação da Orquestra de Violões do Programa Arte Cidadã, sob regência do maestro Douglas da Costa Rufatto.

Desde 2012, quando o curso iniciou, 154 acadêmicos se tornaram mestres, impactando na realidade social de todo o Oeste catarinense pela formação humana, crítica e comprometida com a transformação da docência. A professora e coordenadora do PPGE, Tania Mara Zancanaro Pieczkowski, ao dar as boas-vindas aos calouros, destacou que o compromisso do projeto com o desenvolvimento da região e das tecnologias sociais é permanente. Por isso, sua ampliação está em andamento.

“Somos um programa de conceito 4 no Ministério da Educação e ainda neste mês, setembro, encaminharemos à CAPES o projeto que, quando aprovado, nos permitirá oferecer o Doutorado em Educação. Muitos mestres se destacam pela inserção social e, assim, fazendo acontecer o objetivo do nosso curso, de formar educadores comprometidos com a sociedade, com base na equidade, na inclusão, na democracia e na valorização de diferentes culturas, tendo a ciência como instrumento de intervenção social”, afirmou.

Para a pró-reitora de Pesquisa, Extensão, Inovação e Pós-Graduação da Unochapecó, professora Andrea Leite Marocco, os mestres formados neste espaço difundem o propósito da Instituição com a educação de qualidade. “Nós sabemos que a construção dessa história se fez pelo empenho de muitas pessoas nesses dez anos. Os sonhos se tornaram realidade e os inúmeros obstáculos vencidos deram contorno a essa trajetória de sucesso. A Uno tem orgulho desse PPG, que transforma a universidade em um lugar melhor”, concluiu.

Passado e presente

Há mais tempo à frente da sala de aula na Pós-graduação em Educação, o professor Leonel Piovezana parabenizou o curso pela nota conquistada no MEC e destacou a história de recomeços na jornada do programa. Ele lembrou com carinho da união dos professores pela composição do corpo docente e das produções científicas. “A cada ano se intensificava, cada professor assumia um campo em nossas linhas de pesquisa, e o Programa foi ficando cada vez mais bonito. Houve muitos momentos de debates e discussões que nos fizeram crescer e nos tornaram, de fato, Universidade“, afirmou.

Em nome dos discentes do PPGE, o egresso Gilberto Oliari usou das palavras do filósofo Emmanuel Levinas e do escritor Rubem Alves para asseverar sobre a relevância que o programa teve, desde seus primeiros passos, na geração de professores que já vivia a realidade das salas de aula. 

Alunos do PPGE, Simone Cuchi e Bernard Guedes Dariva
encantaram a todos com uma apresentação acústica

“Em nossa região, graduandos e professores de mais idade ouviam falar que existia Mestrado em Educação. Porém, ele não habitava nossa região, habitava outros lugares. Foi preciso o esforço de muitos mestres, entendendo a mestridade como movimento pessoal que vai de encontro a outro que tem a ânsia de conhecer, para que o Mestrado em Educação habitasse entre nós. O nascimento latente do mundo se dá a partir da morada. Por isso, é possível afirmar que muitos mundos educacionais nasceram a partir daquilo que nós, egressos, produzimos em nossas dissertações, e muitos mundos ainda estão por nascer a partir daqueles que ainda se encontram em formação. Quiçá, muitos mundos surjam pelas teses dos futuros doutorandos”, finalizou Oliari.

COMPARTILHE
TAGS
Pós-graduação em educação
Mestrado
Doutorado
Aniversário

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus