Webmail
Menu Busca

Olimpíada Regional de Matemática da Unochapecó acontece sábado (19/10)

Educação

Texto Ana Vertuoso*

 

Não podemos pensar no mundo sem a matemática. Se ela não existisse, o homem não teria chegado na lua, nós não teríamos computadores em nossos bolsos e nem mesmo moraríamos em grandes prédios e cidades. A matemática é responsável por construir a realidade como a conhecemos hoje, e para estimular os jovens a estudarem mais sobre essa ciência tão antiga, a Unochapecó realizará a 16ª edição da Olimpíada Regional de Matemática (ORM), no próximo sábado (19/10). A prova terá início às 14h, no Bloco R da Universidade, e o participante deve trazer um documento de identificação.

A Olimpíada é realizada em três níveis, de acordo com a escolaridade do aluno. O Nível I, é para alunos matriculados no 6° e 7° ano do ensino fundamental, e o Nível II, para quem está no 8° e 9° ano. Já o terceiro nível será aplicado para estudantes matriculados em qualquer série do ensino médio ou que, tendo concluído esta etapa há menos de um ano, não tenham ingressado em curso de nível superior até a data da realização da prova. 

Além disso, haverá um espaço designado para receber os pais e professores durante a prova, e para distribuição de sorvetes que serão produzido pelos cursos de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos da Uno. Depois da aplicação, os estudantes com melhor desempenho serão premiados em 29 de novembro, na Unochapecó. Além de troféu, eles também irão receber mochila e camiseta do projeto.

Para a professora responsável pelo projeto, Andréia Beatriz Schmid, essa é uma maneira de estimular o gosto pelos números. "É um incentivo para estudo e valorização de quem gosta de matemática. Ser premiado em uma Olimpíada não é uma questão de sorte, é resultado de muita dedicação, esforço, concentração e estudo, pois, aprender matemática, é mais que memorizar e aplicar fórmulas, é interpretar a questão e o resultado obtido, criar alternativas de resolução".

Assim como nos outros anos, a ORM terá apenas uma fase e as escolas são responsáveis por selecionar quem irá participar, de acordo com o número de estudantes determinado pela equipe do projeto. Como explica Andréia, essa é mais do que uma oportunidade para os alunos avaliarem seus conhecimentos. "A Olimpíada desperta a imaginação e a criatividade, estimula o estudo de conteúdos além do currículo escolar, incentiva o pensamento crítico e investigativo, desenvolve o raciocínio lógico e relaciona a matemática à outras áreas do conhecimento, tornando-a, assim, mais interessante", finaliza.

 

*Estagiária sob supervisão de Gabriel Kreutz

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Olimpiada regional de matematica
Matematica
Engenharia química
Engenharia de alimentos

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus