Webmail
Menu Busca

Plataforma desenvolvida na Unochapecó agiliza correção de provas

Inovação

Texto Andressa Pomagerski*

 

O segundo semestre começa cheio de novidades na Unochapecó. Além da reformulação no sistema de avaliação da Universidade, a forma de corrigir provas foi revolucionada. Agora, elas podem ser corrigidas e as notas lançadas no sistema em, mais ou menos, 30 segundos, fazendo com que o professor tenha mais tempo para elaborar as aulas, reforçar o conteúdo e dar devolutiva aos alunos.

Além de ser uma solução totalmente inovadora em uma Instituição de Ensino Superior, a plataforma Minha Prova foi desenvolvida dentro da Universidade pela equipe da Diretoria de Tecnologia de Informação (DTI), com o apoio de um parceiro para os recursos mobile. Ela foi criada com o objetivo de apoiar o ensino e impulsionar a qualidade acadêmica. Inserida na Minha Uno, a solução se mostrou prática e fácil de utilizar, e fica a critério do professor avaliar se a plataforma é condizente ao seu modelo de ensino e se irá utilizá-la.

Segundo o vice-reitor de Planejamento e Desenvolvimento da Universidade, professor Márcio da Paixão Rodrigues, a inserção de tecnologias inovadoras na educação é fundamental para melhorar a qualidade acadêmica e facilitar o trabalho docente. "O projeto Minha Prova representa uma oportunidade a mais para os professores, porque além de facilitar o trabalho de correção das avaliações, permite a realização de um importante diagnóstico do desempenho de forma individual e coletiva. "

Uno

De acordo com o diretor da DTI da Unochapecó, Lissandro Machado Hoffmeister, dentro do sistema o professor formula e organiza as questões da avaliação. Ao finalizar essa etapa, um QR Code é criado, junto a um gabarito com as respostas corretas. O QR Code é a sigla de 'Quick Response', que significa resposta rápida, uma espécie de código de barras.

Esse QR Code é impresso com a prova, juntamente de um outro gabarito para ser preenchido pelo aluno. Para corrigir a avaliação é muito simples. Basta baixar o aplicativo da Unochapecó e usar o smartphone para ler o QR Code, que identifica qual é a prova. Ao escanear o gabarito respondido, já analisa quais questões estão corretas. Para isso é utilizado um sistema chamado de Optical Mark Recognition (OMR), ou Reconhecimento Ótico de Marcas, o mesmo usado para corrigir os gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Lissandro conta que o processo iniciou em 2016, depois da reformulação da Minha Uno EaD. "Desde o lançamento da plataforma, recursos foram incorporados para facilitar a vida do usuário. No primeiro momento, os alunos foram beneficiados com a possibilidade de fazer rematrícula, negociação on-line e protocolo digital, além de um aplicativo mobile que permitisse o acompanhamento de seus horários, agenda e processos da Unochapecó pelo smartphone. Faltava, então, um recurso que facilitasse a vida do professor, e o Minha Prova veio para isso, ao mesmo tempo que para melhorar a qualidade de ensino."

 

Funcionamento

Os recursos do aplicativo não se limitam a corrigir provas. E se engana quem pensa que a ferramenta é apenas para tornar menor a tarefa do professor. Dentro do sistema ele ainda pode criar um banco de questões e organizá-las por temas e assuntos tratados no componente curricular. Esse banco de questões pertence à disciplina, ou seja, todos os professores vinculados a determinado componente podem acessar e contribuir com ele.

Depois da correção, o sistema gera vários gráficos para a análise do professor. É possível conhecer o desempenho de cada aluno, assim como o geral da turma. Também saber em determinada pergunta qual foi a opção mais escolhida pelo grupo, por exemplo. Assim há a possibilidade de identificar qual conteúdo pode ser reforçado em sala de aula e em qual assunto a turma tem mais dificuldade.

Embaralhar as questões e suas respostas também é uma possibilidade. Várias provas são criadas, cada uma com diferentes QR Codes e gabaritos. O professor ainda pode mesclar as questões, com objetivas e descritivas. O sistema corrige apenas as objetivas e aponta que há questões a serem corrigidas da forma tradicional.

A plataforma agiliza também a devolutiva das avaliações. As notas são lançadas automaticamente no sistema e o aluno tem acesso ao seu desempenho on-line, além de receber a prova física.

 

hilarioUtilização

O aplicativo foi apresentado aos coordenadores dos cursos e professores da Universidade, junto a um relatório do projeto piloto. Até hoje, mais de 700 questões já estão cadastradas no sistema e mais de 1,7 mil provas foram corrigidas. Esses resultados são frutos do trabalho de um grupo com cerca de 12 professores que testaram a plataforma.

Entre eles se encontra Juliana Fabris, docente do curso de Ciências Contábeis. Durante o primeiro semestre do ano, a professora elaborou, através da plataforma, 11 avaliações impressas e duas digitais. "Apliquei as provas no primeiro e oitavo períodos. Além da agilidade na correção ainda há a rápida disponibilização do desempenho, o que favoreceu a retomada dos conteúdos menos assimilados pela turma."

Os alunos também receberam bem a novidade. Segundo a professora, a principal questão apontada pelos acadêmicos foi, justamente, a agilidade na devolutiva das correções. Outro ponto avaliado por eles como positivo é a possibilidade de verificar na Minha Uno o desempenho, erros e acertos, com a disponibilização dos gabaritos automaticamente.

Segundo Lissandro Machado Hoffmeister, a entrega do aplicativo para os professores será gradativa. "Para utilizá-lo os docentes precisam entrar em contato com a DTI. Então mobilizamos nossa equipe para liberar a atualização do aplicativo Minha Uno, já com a nova plataforma instalada. Assim podemos acompanhar e disponibilizar assistência direta aos professores que começarem a usar o novo."

 

marcioDigno de prêmios

O reconhecimento da plataforma Minha Prova é estadual. O projeto foi premiado na 12ª edição do CIO Executive Day SC, que aconteceu nos dias 13 e 14 de maio, em Balneário Camboriú. O evento é voltado para a área de Tecnologia de Informação. Os executivos das principais empresas de Santa Catarina tiveram a oportunidade de conhecer as últimas novidades do mercado, além de intensificar a troca de experiências e o relacionamento.


*Estagiária, sob orientação de Greici Audibert
COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Minha prova
Inovaçao

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus