Webmail
Menu Busca

Profissionais da Agência Pública participam de debate no curso

Educação

Texto Luana Poletto, Julia Jung e Jaqueline Biavatti*

 

Jornalistas trabalham com a apuração de informações, fatos e acontecimentos para divulgar ao público um conteúdo informativo qualificado. A prática jornalística envolve procedimentos éticos que devem ser tomados para que seja realizado um bom trabalho. Então, quais são os desafios da profissão? Com o objetivo de realizar esta discussão e comemorar o Dia do Jornalista, celebrado no dia 07 de abril, o curso de Jornalismo da Unochapecó promoveu o evento 'Desafios no Jornalismo', na última segunda-feira (19/04). 

Estiveram presentes os jornalistas convidados Bruno Fonseca e Giulia Afiune. Ambos atuam na Agência Pública, a primeira agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos do Brasil. Os profissionais abordaram sobre como produzir jornalismo investigativo independente. Houve também uma discussão que abordou o uso de jornalismo de dados e a monetização do jornalismo digital. A palestra teve como mediadores os professores Hygino Vasconcellos e Angélica Lüersen, e foi transmitida pela página Jornalismo Unochapecó no Facebook.

A coordenadora do curso, professora Angélica, comenta sobre a importância de discutir a profissão, sobretudo nos tempos atuais, em que surgem novas práticas, impulsionadas pelas tecnologias digitais. Esse cenário aponta para a necessidade de refletir sobre a profissão, o futuro e os desafios do Jornalismo. “Os dois convidados da Agência Pública vieram nesse intuito, de falar sobre os desafios de produzir um jornalismo independente usando base de dados, o próprio espaço digital, e um pouco sobre as experiências de trabalho. Além disso, tratar sobre a monetização nesse jornalismo digital, como viabilizar a produção de um jornalismo independente a partir de uma verba não vinculada a uma empresa, uma organização ou um governo”, destaca.

Para o acadêmico do 5º período, Rafael Chiamenti Pedroso, o evento foi bom para conhecer experiências profissionais e olhares diferentes da produção de reportagem. Ele avalia que a participação de jornalistas experientes do mercado faz com que os estudantes se sintam mais motivados e inspirados com a profissão. “Isso também ajuda nas disciplinas, de maneira que tenhamos outros pontos de observações sobre as diversas pautas. Além de que todo debate enriquece o leque de ideias e contribui de maneira muito rica, pois sempre é bom trocar experiências com jornalistas”, ressalta. Já para a estudante do 3º período, Amanda da Silva, as temáticas abordadas no evento abriram diversos caminhos. “Os convidados trouxeram dicas sobre como se comportar no mercado de trabalho e da valorização dos nossos conteúdos”, destaca.

Alguns eventos promovidos pelo curso de Jornalismo da Unochapecó também são abertos para o público. A estudante Ana Laura Baldo comenta que a live 'Desafios no Jornalismo' foi muito importante tanto para os comunicadores em formação, quanto para os já formados. Ela ressalta a importância do jornalismo independente para que se estabeleça uma comunicação democrática, e que muito do que ela construiu em sua carreira até agora foi por conta da admiração pela Agência Pública e outros portais de mídia independente. “Que mais oportunidades como essas surjam no curso de Jornalismo e que cada vez mais estudantes entendam a importância do jornalismo independente para a comunicação, para a democracia”, destaca. 

A professora Angélica avalia que momentos assim sempre são importantes, porque oportunizam aos estudantes um contato direto com os profissionais. Esta discussão ajuda a entender um pouco do cenário atual do jornalismo e, principalmente perspectivas, olhar para o futuro da profissão e tentar compreender como ela vai se fazendo a partir das mudanças sociais. “Foi um evento muito bonito, as falas dos convidados foram assertivas e cuidadosas no sentido de trazer um pouco dessa referência e não só as experiências, mas também sugestões, dicas e estímulos para que os estudantes passem a olhar para esse jornalismo que se faz e conseguir compreender tanto uma atuação hoje, quanto uma futura”, finaliza.

 

*Estágiárias da Acin Jornalismo, sob supervisão de Eliane Taffarel 

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Jornalismo
Evento
Dia do jornalista

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus