Webmail
Menu Busca

Trabalho de estudante da Unochapecó em evidência na cidade de Xanxerê

Comunidade

Texto Jessica De Marco*

 

Um trabalho idealizado por três amigos, entre eles o estudante do 4º período do curso de Design da Unochapecó, Mateus Costarelli Benetti, tem chamado a atenção de quem passa pelo elevado da BR-282, no Bairro Aparecida, em Xanxerê. O grupo realizou uma colagem, popularmente conhecida como ‘lambe lambe’, com retratos de mulheres que residem no município, junto com elementos gráficos e frases que remetem ao empoderamento feminino. A oportunidade surgiu por meio de um edital emergencial da Secretaria Municipal de Cultura. Um lindo trabalho, cheio de significado e sentimento. 

Segundo o acadêmico, de 22 anos, uma das principais influências na criação deste projeto foi a disciplina de História da Arte, ministrada pelo professor e coordenador do curso, Henrique Telles Neto, no qual o trabalho final da matéria consistia em criar uma intervenção urbana. “É muito gratificante ver uma coisa, que até então era um projeto, sair do papel e se tornar algo tão grandioso e com várias pessoas apreciando”, comenta o estudante. 

Projeto foi realizado a partir de um edital da Secretaria Municipal de Cultura

Para o professor Henrique, o trabalho, em grande evidência na cidade, demonstra os conhecimentos que são estudados no curso, por meio de um projeto artístico e sensível. “Vai ao encontro daquilo que trabalhamos, que preza por essa formação cidadã e crítica atuante na sociedade. Um dos meios de efetivar isso é esse projeto artístico que gera questionamentos, traz reflexões, beleza e questões sensíveis para o urbano. Também nos orgulha ver a autonomia estudantil, que é algo que prezamos bastante”, completa.

As mulheres retratadas são da própria cidade, e foram selecionadas a partir de uma enquete no Instagram. “No primeiro momento, pensamos em chamar pessoas do nosso cotidiano, mas percebemos que ficaria algo voltado apenas ao nosso ciclo de amizades. Então, resolvemos abrir uma enquete no Insta, para que as pessoas indicassem mulheres com histórias bacanas. Selecionamos donas de casa, mães que tiveram que criar seus filhos sem a ajuda dos pais, professoras e estudantes”, explica Mateus.

Todas as personagens enviaram fotos para a equipe iniciar o processo de arte, para posterior aplicação no elevado. “Inclusive, esse elevado é uma das principais formas de acesso a um bairro de Xanxerê, que possui uma escola. Uma das mulheres retratadas é professora do local, por isso é muito conhecida por todos”, finaliza. 

 

*Jornalista - Setor de Marketing e Comunicação Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Intervencao urbana
design
Academico

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus