Webmail
Menu Busca

Violinista italiano ministra oficina de música na Unochapecó

Cultura

Texto Ana Vertuoso*

 

Desde o início do ano, é possível ouvir o som de diversos instrumentos musicais pelos corredores da Unochapecó, resultado das constantes práticas dos estudantes de Música da Uno. Para que esse som se torne ainda melhor, o violinista italiano e professor do Conservatorio Cesare Pollini, Elio Orio, esteve na Universidade para uma oficina de violino, viola e música de câmara. Hoje a noite (29/10), para pôr em prática tudo o que foi aprendido durante os três dias de evento, será realizado o Recital de Encerramento, a partir das 19h, no Salão de Atos.

Desde domingo (27/10), quando aconteceu o primeiro dia da atividade, acadêmicos do curso, membros da Orquestra de Câmara da Unochapecó e da Orquestra Sinfônica de Chapecó, além de alunos do Programa Arte Cidadã e da Escola de Arte, passaram por experiências de muito aprendizado. Cada um deles teve a oportunidade de apresentar uma música para o professor que, individualmente, dava dicas e ensinava formas dos jovens se aperfeiçoarem.

Para Elio, que já participou de algumas das mais importantes Orquestras da Itália, poder contribuir com a formação dos estudantes é sempre gratificante.

"Essa é a sexta vez que venho para o Brasil e é como estar em casa. As pessoas são muito receptivas e tem muita vontade de aprender. Isso é uma grande satisfação como músico porque nós gostamos de comunicar, seja com música ou com ensinamento. Então, é sempre um prazer para um músico transmitir conhecimento em outro país".

Elio foi recebido pelo diretor da ACHJ, professor Glaucio Vincentin, e representantes do curso

Os estudantes também gostaram da atividade. Daniel Kulba Soares, da Orquestra de Câmara da Uno, apresentou uma composição de Bach e aproveitou bastante as dicas do professor. "Estou achando incrível. Ele trabalha com músicos fantásticos e ainda assim tem paciência para ensinar que não tem tanta prática. É muito bom receber um violinista como ele e ter esse tipo de aula na nossa cidade".

De acordo com a organizadora da atividade e professora do curso de Música da Uno, Karyni Da Vila, essa experiência é importante para os estudantes e, também, para o curso. "Conhecer alguém da área, ainda mais um profissional da Itália, que é um dos lugares considerados como berço da música, é muito enriquecedor para quem está aprendendo e assistindo. Não precisa nem mesmo tocar, apenas estar como ouvinte já é uma experiência incrível", finaliza.

 

*Estagiaria sob supervisão de Gabriel Kreutz

COMPARTILHE
TAGS
Violino
Viola
Musica de camara
Musica
Elio orio

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus