Webmail
Menu Busca

Atividade ocorrerá em 27 de fevereiro e as inscrições estão abertas

Geral

A Unochapecó, através da Diretoria de Extensão, realizará um encontro de socialização de experiências com docentes e acadêmicos que participaram do Projeto Rondon. A atividade é aberta à comunidade acadêmica e ocorrerá em dois horários no dia 27 de fevereiro. O primeiro momento será às 8h e o outro às 19h, no salão de atos, e os interessados podem efetuar a inscrição gratuitamente no site da Unochapecó, através do link Eventos.

Os objetivos são de socializar, para acadêmicos, professores e técnicos-administrativos, as experiências vivenciadas pelos participantes do Projeto Rondon e orientá-los para futuras operações e possível participação. São oferecidas 200 vagas para os participantes e os acadêmicos poderão validar a certificação e obter quatro horas de Atividade Curricular Complementar (ACC).

Imagem

Um grupo de oito estudantes e uma professora representou a Unochapecó na Operação Canudos, entre os dias 11 e 27 de janeiro. As ações foram realizadas na cidade de Petrolina, em Pernambuco, e envolveram mais 18 municípios dos Estados da Bahia e do Piauí. Na operação, os representantes da Unochapecó realizaram atividades relacionadas à cultura, saúde, educação, direitos humanos e justiça. As ações envolveram gestores municipais, conselheiros, lideranças comunitárias, educadores do ensino fundamental e médio, agentes comunitários de saúde e membros da comunidade em geral.

Operação Marinha do Brasil

Na Operação Marinha do Brasil participou a estudante Cristiane Segatto, do curso de Ciências Biológicas da Unochapecó, no período de 15 de janeiro a 3 de fevereiro. Para ela, essa presença, que ocorreu em navios da Marinha do Brasil na assistência hospitalar aos ribeirinhos, representa momentos que ficarão na memória. “Aprender com a população ribeirinha, conhecer a realidade em que vive, foi uma experiência que mexeu com cada um de nós de maneira peculiar, nos tornando diferentes, melhores do que quando saímos de nossas casas”, argumenta a aluna. Cristiane foi a única representante de um curso de Ciências Biológicas do país na Operação Marinha do Brasil, considerada um “Rondon com algo a mais”, já que aliou para a população a assistência em saúde.

Os universitários visitaram 12 comunidades, ao longo da calha do rio Amazonas, onde prestaram cerca de 2 mil atendimentos de assistência hospitalar. Segundo a estudante da Unochapecó, além de retornar com um currículo melhor na vida pessoal e profissional, “o sucesso da operação é uma semente que resultará em qualidade de vida para os ribeirinhos do Amazonas”.

 

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus