Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Pesquisas serão desenvolvidas em parceria com mais cinco universidades brasileiras

Geral

O programa do mestrado em Ciências da Saúde da Unochapecó integra dois projetos aprovados na última semana pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Um dos projetos tem como título “Agricultura familiar sob a vigência da lei federal 11.947/2009: abrangência e adequação das chamadas públicas, impactos na agricultura local e preços recebidos pelos agricultores familiares”. Já o outro trata da temática “Agricultura familiar, abastecimento e mercados institucionais: conexões entre Brasil, Cabo Verde e Uruguai na promoção da segurança alimentar e nutricional.”

A professora do programa Carla Rosane Paz Arruda Teo faz parte da equipe que teve os projetos com financiamento aprovado pelo CNPq. Para a professora, a aprovação desses projetos reflete, em primeiro lugar, na qualidade das pesquisas desenvolvidas na universidade. “Significa que, a partir do nível local, estamos dialogando e produzindo conhecimento sobre temas relevantes em nível nacional e global”, destaca.

Carla especifica que o estudo proporcionará o estreitamento de relações de cooperação no desenvolvimento de pesquisas. “Em termos mais objetivos, a aprovação dos projetos posiciona o mestrado em Ciências da Saúde em sintonia com os critérios de avaliação da pós-graduação pela Capes, em termos de desenvolvimento de pesquisa em cooperação, com potencial de qualificação da produção científica e ilustrando a capacidade de captação de recursos, incluindo bolsas para estudantes”, expõe a professora.

Os projetos aprovados

O projeto “Agricultura familiar sob a vigência da lei federal 11.947/2009: abrangência e adequação das chamadas públicas, impactos na agricultura local e preços recebidos pelos agricultores familiares” tem como objetivo analisar a adequação de municípios de São Paulo, Paraná e Santa Catarina à legislação federal que estabelece a aquisição de alimentos da agricultura familiar para a alimentação escolar, assim como seus impactos para o desenvolvimento local e para a promoção da saúde. Esse projeto é coordenado pelo pesquisador José Giacomo Baccarin, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), e tem pesquisadores da Unesp, Unochapecó, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Já o projeto “Agricultura familiar, abastecimento e mercados institucionais: conexões entre Brasil, Cabo Verde e Uruguai na promoção da segurança alimentar e nutricional” visa desenvolver redes de cooperação técnica entre Brasil, Cabo Verde e Uruguai, capazes de discutir, analisar e comparar a articulação entre o consumo e a produção de alimentos no âmbito da alimentação escolar, com o intuito de promover alimentação adequada e saudável e sistemas agro alimentares sustentáveis. O projeto é coordenado pelo pesquisador Julian Perez Cassarino, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), e a equipe é constituída por pesquisadores da UFFS, Unochapecó, Universidade da Integração Latino-Americana (Unila) e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus