Webmail
Menu Busca
Mestrado em ciências ambientais

O Mestrado em Ciências Ambientais da Unochapecó, recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), teve início em 2005. Nasceu como uma alternativa para solucionar os problemas ambientais decorrentes do modelo de ocupação econômico da região e contribuir para a produção do conhecimento e o desenvolvimento da ciência. Tem a missão de gerar conhecimento e ainda ser um fórum permanente para a discussão de questões ambientais.

Atualmente, as dissertações evidenciam a produção de pesquisas em várias áreas, que são extremamente relevantes para a compreensão das dinâmicas ambientais da região, no âmbito mais amplo das ciências ambientais, contemplando o meio ambiente físico, químico, biológico, social, cultural, econômico e político.

O curso de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais tem por objetivo capacitar recursos humanos qualificados para atuar na área ambiental, apoiando o desenvolvimento científico e de tecnologias inovadoras.

 

A quem se destina

Profissionais das áreas de Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Ciências Humanas e Sociais, das Engenharias e da área da Saúde.

 

O Programa

Recomendado pela CAPES conforme Ofício nº 093 - 11/09/2005/CTC/CAPES de 21 de março de 2005.

Reconhecido pelo CNE conforme Portaria nº 2.642, de 27/07/2005.

Reconhecido pelo CEE conforme Resolução nº 057 e Parecer nº 221, de 21/08/2007.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais visa dar continuidade a formação profissional (técnica-científica) e o aprofundamento de estudos na área ambiental, de extrema importância para a região, considerando a economia da Região Oeste Catarinense que se baseia  nas atividades agropecuárias e da agroindústria, as quais por sua vez alteram de forma significativa os recursos naturais existentes. Além disso, atividades como a extração de argila em Áreas de Preservação permanente (APP) e a implantação de barragens para geração de energia nos rios da região, desencadeiam uma série de alterações no meio ambiente (solo, flora, fauna e clima). Outra questão importante a ser considerada é a situação precária do saneamento básico que pode levar a multiplicação de problemas de saúde e ambientais.

Apesar dos problemas citados, poucos estudos foram realizados na região, ou foram de curta duração e de certa forma pontuais, não tratando a questão de forma integrada ou multidisciplinar. Desta forma, o Mestrado em Ciências Ambientais vem de encontro à necessidade regional aprofundando os estudos na área ambiental e, buscando alternativas para solucionar ou minimizar os impactos causados pela ação humana.

 

Objetivos:

- Capacitar recursos humanos qualificados para atuar na área ambiental, apoiando o desenvolvimento científico e técnico, regional e nacional, em sua área de atuação;

- Desenvolver aptidões à pesquisa multidisciplinar sobre a problemática ambiental que possa conduzir a estudos avançados ou a aplicação no mercado de trabalho;

- Qualificar recursos humanos para atuar nas áreas de desenvolvimento e pesquisa, bem como para o exercício do ensino superior nas áreas relacionadas com às ciências ambientais;

- Realizar estudos avançados, elaborar e executar projetos de pesquisa na área das ciências ambientais buscando o desenvolvimento de novas metodologias e tecnologias para a solução de problemas ambientais, visando o desenvolvimento sustentável;

- Gerar e consolidar a pesquisa e a produção científica através da formação de pesquisadores, de docentes e de outros profissionais qualificados para a atuação na área das ciências ambientais;

- Intervir na realidade regional, através da reflexão crítica e da busca de alternativas que possam contribuir para a construção de um processo de desenvolvimento que seja capaz de gerar menor impacto ambiental.

 

Duração do curso

24 meses

Devendo o estudante:

- cumprir 11 (onze) créditos em componentes curriculares obrigatórios, e mais 13 (treze) créditos em disciplinas optativas, totalizando no mínimo 24 (vinte e quatro) créditos teóricos.

 

Módulos

As disciplinas estão organizadas em quatro módulos:

módulo 1: introdutório e epistemológico;

módulo 2: metodológico;

módulo 3: linha de pesquisa – conceitual;

módulo 4: linha de pesquisa – metodológico.

Ao final do programa, serão computados 06 (seis) créditos relativos às atividades desenvolvidas na elaboração da dissertação.

Dinâmicas Socioambientais e Biodiversidade

Tem como objetivo estudar a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas nas suas diferentes dimensões, gerando conhecimentos para o manejo, conservação e uso sustentável dos recursos naturais. Os projetos temáticos envolvem professores pertencentes as duas linhas de pesquisa do PPGCA, os quais desenvolvem a maior parte das suas pesquisas na região sul do domínio da Mata Atlântica, um dos ecossistemas mais ameaçados do mundo. Nesse sentido, os estudos se direcionam à análise das problemáticas socioambientais regionais. Os resultados gerados a partir desses estudos devem contribuir com o conhecimento científico e a definição de políticas públicas para a conservação ambiental, em escalas regional e global.

 

Tecnologia Ambientais

Está direcionada para o aprimoramento do conhecimento científico e tecnológico necessários para o desenvolvimento de novos processos e novos materiais com potencial aplicação na conservação do meio ambiente. As investigações científicas realizadas nos projetos temáticos estão organizadas de forma a buscar e avaliar alternativas viáveis para a redução de passivos ambientais, e para a realização de estudos de viabilidade para a aplicação dos resíduos industriais como matérias-primas em produtos com valor econômico agregado. Os temas tratados aplicam as fundamentais da ciência para desenvolver e aprimorar processos de tratamentos e/ou de reciclagem de resíduos, bem como para a análise da aplicação destes materiais como fonte alternativa de energia, como na geração o de biodiesel e biogás. Os projetos temáticos contemplam estudos científicos e tecnológicos associados com questões de eficiência energética com energias renováveis, como o estudo do potencial energético e da eficiência de geração, armazenamento e distribuição da energia fotovoltaica regional. Também exploram o conjunto de atividades visando a seleção de plantas promissoras para bioprospecção de princípios ativos e seus potenciais usos, o tratamento e reaproveitamento de resíduos e o desenvolvimento de novos materiais e sistemas com aplicação ambiental.

Confira aqui o edital de 2017

Nova abertura de edital para processo seletivo discente a partir do mês de setembro de 2018.

  • Mestrado
  • Chapecó
  • DURAÇÃO:

    Mestrado: 24 meses

  • Coordenador

    Anna Maria Siebel

  • E-mail

    ppgca@unochapeco.edu.br

  • Telefone da Secretaria

    (49) 3321-8090

A disciplina destina-se a discussão específicas, individuais, entre orientador e orientando , no sentido de precisar e avançar a elaboração do trabalho final. Portanto, o resultado da disciplina deverá ser sua versão definitiva da proposta de trabalho final.


6 créditos | 90 horas | Código: 2000019 | Ementa atualizada em:

Rigor, ética e cidadania no desenvolvimento da pesquisa. Procedimentos teóricos metodológicos de uma pesquisa. Elementos constitutivos para a construção do Projeto. Publicações Científicas: resenhas, comunicações técnicas, artigos, monografias, dissertações e teses. Normas técnicas para redação de acordo com ABNT.


3 créditos | 45 horas | Código: 70830189 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Esta disciplina não apresenta uma ementa fixa, visto que serão abordados diferentes temas em várias áreas relacionadas às questões ambientais. Os temas e conteúdos a serem abordados pelos matriculados serão definidos em cada semestre, juntamente com os professores e orientadores de dissertação, de acordo com as necessidades de cada aluno, mas procurando promover discussões de literaturas científicas atuais.


1 créditos | 15 horas | Código: 2050073 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Processos de conhecimentos e modos de justificação da ação humana. Conhecimento: modernidade/pós modernidade. Teorias emergentes: complexidade, auto-organização, autopoiese. Instituições legitimadoras do conhecimento: universidade e institucionalização da lógica ocidental. Conhecimento leigo, conhecimento tradicional e intercientificidade. Interdisciplinaridade, ambientalização e cartografias do conhecimento.


3 créditos | 45 horas | Código: 70830188 | Ementa atualizada em: 01/07/2015

As dimensões ambientais, econômicas e sociais da sustentabilidade. O solo como um indicador de sustentabilidade. Introdução à qualidade do solo. Fauna do solo, conceito e classificação. Biodiversidade e bioindicadores de qualidade do solo e sua contribuição para os serviços ambientais. Relação e avaliação de indicadores físicos, químicos e biológicos de qualidade do solo. Utilização de organismos edáficos em avaliações de risco ambiental por meio de metodologias padronizadas (ISO) e ecotoxicologia do solo.


3 créditos | 45 horas | Código: 3070041 | Ementa atualizada em: 09/06/2016

Morfometria de bacias hidrográficas e as dimensões em ambientes lóticos. Fatores hidrológicos, físicos e químicos da importância para a biota em ambientes lóticos tropicais. Transporte de sedimentos, matéria particulada e nutrientes em ambientes lóticos. Produção primária e fluxo de energia em ambientes lóticos tropicais. Teorias conceituais sobre a estrutura e a organização das comunidades em ambientes lóticos. Zona ripária: tipologia e funções bióticas. Métodos de estudo e caracterização do habitat, hábitos e adaptações comportamentais dos principais grupos de peixes, macroinvertebrados e anfíbios. Conservação de riachos tropicais.


3 créditos | 45 horas | Código: 3070042 | Ementa atualizada em: 09/06/2016

Planejamento de pesquisas em ecologia. Delineamento amostral. Técnicas de amostragem em diferentes áreas. Análise faunística e florística.


3 créditos | 45 horas | Código: 2050070 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Natureza, cultura, sua construção e reinterpretações posteriores. Povos tradicionais e suas etnoecologias e embates com saberes constituídos, como o acadêmico. Horizontes éticos e escolhas feitas pelas diferentes culturas. As representações e dimensões simbólicas. Gênero, alimentos e rituais abordados relacionalmente ao ambiente.


3 créditos | 45 horas | Código: 7030061 | Ementa atualizada em: 01/07/2015

Conflitos entre humanos e fauna silvestre: uma visão histórica. As principais causas de conflitos: ataques de animais a seres humanos, interferência da fauna em atividades econômicas e de subsistência. As tentativas de manejo visando à minimização dos conflitos. Alternativas para a coexistência entre fauna e humanos.


3 créditos | 45 horas | Código: 70830190 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Estudo químico de isolamento e purificação de substâncias orgânicas; Métodos cromatográficos de análise química; Identificação de metabólitos secundários: Ressonância magnética nuclear, espectrometria de massa e infravermelho.


3 créditos | 45 horas | Código: 1060098 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Poluição água, solo e ar. Estudos das interações das interfaces água-solo, solo-ar. Compostos químicos xenobióticos. Dinâmica dos xenobióticos nos organismos. Biotransformações dos xenobióticos. Alterações bioquímicas por xenobióticos. Mecanismode toxicidade dos gases tóxicos, agrotóxicos e metais pesados. Dano celular por radicais livres. Ação de xenobióticos sobre o DNA. Resposta celular e Adaptação.


3 créditos | 45 horas | Código: 1060097 | Ementa atualizada em: 01/07/2015

Acompanhamento do delineamento de projetos de pesquisa, em especial projetos de dissertação, priorizando os aspectos teóricos e metodológicos. Reflexões acerca das temáticas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa.


1 créditos | 15 horas | Código: 70830194 | Ementa atualizada em: 09/07/2012

Fundamentos teóricos dos processos com fluidos pressurizados. Comportamento PVT de fluidos na proximidade do ponto crítico: propriedades físico-químicas, termodinâmicas e de transporte. Seleção de regiões de operação empregando diagramas de equilíbrio fases: seletividade e capacidade. Extração supercrítica de matrizes vegetais: obtenção de princípios bio-ativos e remoção de contaminantes de solos. Reações enzimáticas e não enzimáticas em meio pressurizado. Aplicação de fluidos pressurizados e supercríticos na área de nanotecnologia. Processos de transformação/separação envolvendo fluidos pressurizados. Aproveitamento de resíduos da agroindústria: produção de bio-óleos via pirólise supercrítica. Tratamento de rejeitos via oxidação com água supercrítica. Práticas em laboratório.


3 créditos | 45 horas | Código: 2050082 | Ementa atualizada em: 15/07/2013

Contextualização do estresse. Aspectos evolutivos e de adaptabilidade dos seres vivos. Conceitos de estresse nos sistemas biológicos. Homeostase versus alostase. Resiliência. Mecanismos moleculares, bioquímicos e fisiológicos relacionados à resposta ao estresse. Estresse Oxidativo. Química dos radicais livres e espécies reativas. Modelos experimentais para estudos de estresse.


2 créditos | 30 horas | Código: 2010061 | Ementa atualizada em: 02/01/2014

Fatores teórico-práticos que auxiliem na utilização de modelos experimentais na pesquisa científica dentro da área da área das ciências ambientais.


3 créditos | 45 horas | Código: 2050080 | Ementa atualizada em: 04/02/2013

Ecologia Humana: conceito, posição m una teoria de sistemas para o Cosmos, a Biosfera e os humanos, enfoque biohistórico, fases ecológicas, crise global, cenários de futuro.


1 créditos | 15 horas | Código: 2050081 | Ementa atualizada em: 13/06/2013

Introdução e classificação dos processos de separação com membrana: Microfiltração, Ultrafiltração, Nanofiltração, Osmose Inversa. Aplicações gerais dos processos com membrana. Fundamentos da tecnologia supercrítica. Emprego de campo magnético em processos de separação por membranas e fluidos pressurizados. Tratamento de efluentes empregando membranas e via oxidação com água supercrítica. Aplicação de fluidos pressurizados na produção de bio-óleos via pirólise supercrítica de rejeitos agroindustriais. Tratamento de solos contaminados. Práticas em laboratório.


3 créditos | 45 horas | Código: 1060111 | Ementa atualizada em: 25/02/2014

O tópico pretende tomar a alimentação como constitutivo da dimensão cultural dos grupos humanos, apontando as escolhas e marcas arbitrárias construídas, seja como sinais de necessidades, seja como espaços de distinção social. Abordará aspectos históricos da alimentação na região pelos grupos locais, a reinvenção étnica e revivescências com fronteiras demarcatórias.


1 créditos | 15 horas | Código: 9270003 | Ementa atualizada em: 16/07/2014

Principais tipos de resíduos industriais: características e tratamento. Fontes de Impacto Ambiental. Estudo de Caso. Objetiva definir e identificar os principais resíduos industriais: sólidos, líquidos e gasosos gerados em processos produtivos como potenciais fontes de Impacto Ambiental. Apresentação de práticas de tratamento físico, químico e biológico dos resíduos gerados pelas indústrias.


2 créditos | 30 horas | Código: 9270004 | Ementa atualizada em: 16/07/2014

Compostos químicos xenobióticos. Dinâmica dos xenobióticos nos organismos. Biotransformação dos xenobióticos. Alterações bioquímicas por xenobióticos. Mecanismo de toxicidade de pesticidas, metais e gases tóxicos. Dano celular por radicais livres. Ação de xenobióticos sobre biomoléculas. Resposta celular e Adaptação.


2 créditos | 30 horas | Código: 2080039 | Ementa atualizada em: 16/07/2014

Fundamentos e aplicações de Espectrometria de Massas, Espectroscopia de Absorção atômica, Cromatografia Líquida e Gasosa, Espectroscopia de Absorção no Ultravioleta e no Visível – UV/Vis, Espectroscopia vibracional de Absorção no Infravermelho – FITR, Espectroscopia de Fotoelétrons Excitados por Raios X – XPS, Espectroscopia de Fluorescência de Raios-X – FRX, Espectrometria de Emissão Atômica por Plasma Acoplado Indutivamente – ICP-AES, Análise Termogravimétrica - TGA, Análise Térmica Diferencial e Calorimetria Exploratória Diferencial – DSC, Microscopia Eletrônica de Varredura - MEV, Microscopia Eletrônica de Transmissão – MET.


3 créditos | 45 horas | Código: 9270005 | Ementa atualizada em: 16/07/2014

Conceitos e princípios de direito ambiental. Princípios constitucionais ambientais. Política nacional do meio ambiente. Zoneamento ambiental. Áreas de preservação permanente. Estudo de impacto ambiental. Auditoria ambiental. Responsabilidade civil e reparação do dano ecológico. Meios processuais para a defesa ambiental. Crimes contra o meio ambiente.


3 créditos | 45 horas | Código: 3070034 | Ementa atualizada em: 09/07/2013

Abordagem histórica geológica do planeta. Processos do meio físico e biótico. Origem e sistemas de manutenção da vida, padrões e processos de estruturação das populações e comunidades bióticas. O papel do homem na alteração e conservação do meio ambiente.


4 créditos | 60 horas | Código: 2050097 | Ementa atualizada em: 24/06/2015

Fundamentos e aplicações de Espectrometria de Massas, Espectroscopia de Absorção atômica, Cromatografia Líquida e Gasosa, Espectroscopia de Absorção no Ultravioleta e no Visível - UV/Vis, Espectroscopia vibracional de Absorção no Infravermelho - FITR, Espectroscopia de Fotoelétrons Excitados por Raios X - XPS, Espectroscopia de Fluorescência de Raios-X - FRX, Espectrometria de Emissão Atômica por Plasma Acoplado Indutivamente - ICP-AES, Análise Termogravimétrica - TGA, Análise Térmica Diferencial e Calorimetria Exploratória Diferencial - DSC, Microscopia Eletrônica de Varredura - MEV, Microscopia Eletrônica de Transmissão - MET.


3 créditos | 45 horas | Código: 9270007 | Ementa atualizada em: 24/06/2015

Conceitos envolvendo bioindicadores. Histórico do uso de bioindicadores. Características dos bioindicadores: valência ecológica, tolerância e organismos sensíveis. Seleção de um indicador biológico e características de um indicador ideal. Principais grupos de fauna e flora bioindicadores. Métodos de estudo para utilização de espécies da biota terrestre e aquática como bioindicadoras da qualidade ambiental. Estratégias globais, regionais e locais de monitoramento usando bioindicadores.


3 créditos | 45 horas | Código: 2050098 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Adaptações ecofisiológicas, morfológicas e anatômicas das plantas ao ambiente; Estrutura, função e evolução de diásporos; Síndromes e mecanismos de dispersão de diásporos (Interações ecológicas e evolutivas entre plantas e agentes dispersores).


3 créditos | 45 horas | Código: 2050099 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Populações: Conceito; Histórico da ecologia de população; estratégias da história de vida, parâmetros demográficos, crescimento e regulação populacional; Metapopulações. Comunidades: Conceito; Histórico; Estrutura e dinâmica espaço-temporal; Relações ecológicas; Biodiversidade; Métodos de mensuração da diversidade. Métodos de estudos em ecologia de populações e comunidades.


3 créditos | 45 horas | Código: 2050100 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Desenho experimental e amostral. Análise de dados ambientais. Testes de hipóteses. Modelos lineares básicos. Introdução à estatística multivariada. Primeiros passos no R: instalação do R e os pacotes adicionais. A linguagem R: funções matemáticas, tipos de dados, objetos de dados e gráficos. Entrada de dados: vetores, matrizes, dataframes e listas. Prática dos testes estatísticos.


3 créditos | 45 horas | Código: 10200044 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Conceito de matriz energética, contextualização da matriz energética no âmbito global e nacional, diversidade da matriz energética, geração e distribuição de energias e energias renováveis.


3 créditos | 45 horas | Código: 5020024 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Ambiental e regional como construções sociais. Ocupação do espaço pelos diferentes grupos sociais e consequências ambientais e sócio-culturais desse processo. A construção social da região. Processos extrativistas e agricultura intensiva. Conflitos étnicos. Modernização da agricultura. Urbanização. Agroindustrialização e consequências regionais. Agroindústrias e exportação de commodities de proteínas de carnes. Reconfiguração do espaço e das relações de poder. Agroindústrias familiares. Cadeias produtivas. Globalização e rebatimentos na economia regional. Associações municipais, fóruns e agências de desenvolvimento. Sustentabilidade. "Crises" da região e na região. Incorporação do ambiental nas agendas locais (empresariais, ONGs, movimentos sociais). Construção de projetos para a região, disputas e embates. Atores, mediadores, e fóruns de legitimidade.


3 créditos | 45 horas | Código: 6050013 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Conceitos estatísticos a respeito de técnicas estatísticas de tratamento de dados. Métodos de Inferência: intervalos de confiança e testes de hipótese. Teoria da Amostragem. Técnicas de Amostragem. Princípios e definições do planejamento fatorial completo. Planejamentosfatoriais fracionários. Modelagem e avaliação estatística. Otimização pelos métodos da superfície de resposta (MSR). Estudos de caso.


3 créditos | 45 horas | Código: 10200045 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Principais tipos de resíduos industriais: características e tratamento. Fontes de Impacto Ambiental. Fundamentos e conceitos de reciclagem. Reciclagem de materiais: metais, polímeros, cerâmica, papel e vidro. Estudo de Casos.


3 créditos | 45 horas | Código: 9270008 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Território, espaço e tempo enquanto categorias construídas e apropriadas. Aproximação e interfaces das categorias. Território e poder: usos, apropriações e competição por recursos. Território, territorialidade, processos de territorialização e de desterritorialização. Nexos com as dinâmicas de ambientalização. Territorialidades étnicas, nacionais e transnacionais, fluxos culturais e reinvenções. Estado, criação de territórios, políticas territoriais e apropriação de recursos naturais. Eficácias e transitoriedade das políticas territoriais.


3 créditos | 45 horas | Código: 9270009 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Contextualização do estresse. Aspectos evolutivos e de adaptabilidade dos seres vivos. Conceitos de estresse nos sistemas biológicos. Homeostase versus alostase. Resiliência. Mecanismos moleculares, bioquímicos e fisiológicos relacionados à resposta ao estresse. Estresse oxidativo. Química dos radicais livres e espécies reativas. Modelos experimentais para estudos de estresse.


1 créditos | 15 horas | Código: 2010065 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Novas configurações do mundo rural. Família, cultura e agricultura. Sociedade, globalização e agentes rurais.


1 créditos | 15 horas | Código: 7030095 | Ementa atualizada em: 25/06/2015

Desenho amostral correto. Primeiros passos no R: instalação do R e os pacotes adicionais. A linguagem R: funções matemáticas, tipos de dados, objetos de dados e gráficos. Entrada de dados: vetores, matrizes, dataframes e listas. Estudo dos teste estatísticos básicos, uni e bi variados.


3 créditos | 45 horas | Código: 9270006 | Ementa atualizada em: 13/02/2015

A antropologia e estudo dos fenômenos ambientais na sociedade contemporânea. Movimentos ambientalistas e identidades sócio-culturais. Ações e efeitos sócio-ambientais na região.


1 créditos | 15 horas | Código: 3070043 | Ementa atualizada em: 10/06/2016

Declínios e extinções populacionais de anfíbios no contexto mundial. Principais ameaças à conservação de anfíbios na atualidade. A importância do conhecimento sobre ecologia e história natural para a definição de estratégias de conservação das espécies. Efeitos da perda e fragmentação de habitat e das doenças emergentes sobre as populações. Estudos ecotoxicológicos. Pesquisas atuais em ecologia e conservação de anfíbios.


2 créditos | 30 horas | Código: 2050101 | Ementa atualizada em: 12/06/2017

Os tópicos pretendem fazer um entrecruzamento dos aspectos da universalidade com as particularidades, ou seja, a globalização e fluxos nas realidades locais, centrando nos objetos, nos fatos, nas dimensões socioambientais reservando espaço para leituras das dimensões culturais. Abordará etnografias das violências lentas (Nixon), a "vida social das coisas" (Appadurai), pureza e perigo (Mary Douglas), o lixo na sociedade contemporânea (Rial).


2 créditos | 30 horas | Código: 70830549 | Ementa atualizada em: 15/06/2018

A disciplina aborda a principais barreiras do uso de compostos bioativos na indústria farmacêutica e de alimentos, abordando: Principais ferramentas para aumentar solubilidade e biodisponibilidade de fármacos e compostos bioativos; Encapsulação, Micronização, Cocristalização (conceito; técnicas; objetivos, vantagens; desvantagens e aplicações; Metodologias de análises e caracterização de partículas e Aplicações em Sistema in vivo.


2 créditos | 30 horas | Código: 70830550 | Ementa atualizada em: 15/06/2018

Alunos de Mestrado

Aline Bertoncello
André Junior Ogliari
Danieli Arsego Oro
David Liposki Biassi
Emilia Rodrigues Almeida
Francys Joao Balestreri
Gabriela Galeti
Héllen Cristina Pauletti
Jorge Luiz Alves Roscoff
Nádia Kroth
Sidinei Follmann
Walmor Ertel

Alexandra da Rocha Gomes
Carine Gallon
Cianarita Caron Figueiro
Fernanda Weinmann Oliveira
Francieli Delazeri
Isabela Aparecida Giordani
Ivan Luís Kirchner Eidt
Joiris Manoela Dachery
Julia Renata Ernetti
Kassyara Évelyn Costa
Maryelen Alijar Souza
Monica Santin Zanatta Schinder
Nathana Andressa Thiel
Rafael Henrique Martello
Ricardo Luiz Busatto
Valeska Toffolo Minski
Alicele Ravanello Barbieri

Alissara Regginato
Claudia Giasson
Crivian Pelisser
Eduarda Caroline Belotti Zamp
Juliane Lazzarotto Figueiró
Katiuska Marins
Layana Dorado Correia Belinato
Manoela Alberton Getelina
Rafael Chitolina
Roseli Coelho dos Santos
Tauana Rodio da Costa
Vanessa Bahú Rovêa
Vivian Soares

Alunos de Mestrado

Adrieli Sachett
adrieli_sachett@unochapeco.edu.br

Fernanda Beviláqua
ferbevilaqua@unochapeco.edu.br

Kariane Paula Druzian
karyane@unochapeco.edu.br

Ana Paula Capelezzo
ana_cap@unochapeco.edu.br

Angélica Soligo Cassol
angelicaed@unochapeco.edu.br

Francini Franscescon
francini2011@unochapeco.edu.br

Joana Priscilla Boschetti
joana_boschetti@unochapeco.edu.br

Josiele Salet Tischer
josi.tischer@unochapeco.edu.br

Laura Cassol Mohr
LAURA_CMOHR@UNOCHAPECO.EDU.BR

Mariane Coppini
manecpp@unochapeco.edu.br

Marluci Pozzan
marluci.pozzan@unochapeco.edu.br

Micheli Lucia Alves de Oliveira
mychely@unochapeco.edu.br

Ricardo Luiz Roman
eng.roman@gmail.com

Samara Cristina Mazon
samaramazon2507@gmail.com

Siderlania Kelia Leite
syda@unochapeco.edu.br

Daiana Hetzel
daiahtz@unochapeco.edu.br

Gabriela Longaretti
longaretti@unochapeco.edu.br

Gelso Lemes de Campos
gelsocampos@unochapeco.edu.br

Glaucia Wisoski Dal'santo
glauciads@unochapeco.edu.br

Guilherme dos Santos Bernardi
berna_@unochapeco.edu.br

Ivan Cesar Cima
ivancesarcima@hotmail.com

Leone Genz
leonegenz@unochapeco.edu.br

Liliane Nuncio
lilianenuncio@unochapeco.edu.br

Marcia Regeni Coronetti Kirschner
makirschner@unochapeco.edu.br

Maria Aparecida Cristo Anciutti
mariaanciutti@unochapeco.edu.br

Matheus Felipe Marcon
matheus_@unochapeco.edu.br

Riciéri Naue Mocelin
ricierinm@unochapeco.edu.br

Ciro Espindola Figueirêdo Fernandes
espindolaciro@unochapeco.edu.br

Elaine Teresinha de Oliveira
Laininha@unochapeco.edu.br

Gabriela Marivone Beltrame Haverroth
gabrielama@unochapeco.edu.br

Lindacir Zornitta
lindacir@desbrava.com.br

Marcos Lazarotto
mlazarotto@unochapeco.edu.br

Moisés Antonio Casaril
casaril.m@gmail.com

Sergio Augusto Beirith Campos
sergioabc@unochapeco.edu.br

Cassia Lopes Sacchet
cassiasacchet@yahoo.com.br

Cátia Capeletto
catia_capeletto@hotmail.com

Daiane Calegari
daianecalegari@unochapeco.edu.br

Joze Beatriz Santos Rodrigues Deimling
jozibeatriz2404@hotmail.com

Lizete Machado Avila Lessa
lizalessa@unochapeco.edu.br

Patricia Isabel Teixeira Jardini
patriciajardini@unochapeco.edu.br

Valdir Eduardo Olivo
duduolivo@unochapeco.edu.br

Ademir Jacó Schmidel
ademirmsc@unochapeco.edu.br

Fabrieli Tatiane Lusa
tatianelusa@hotmail.com

Fernanda Kuhn
ferkuhn@unochapeco.edu.br

Guilherme dos Santos de Lucca
guilherme.delucca@unochapeco.edu.br

Hevandrus de Cárlon Wallerius
hevandruscw@hotmail.com

Jackson Fábio Preuss
jackson.preuss@unochapeco.edu.br

Karling Fernanda Schuster
kschuster@unochapeco.edu.br

Bruna Laís Turra
bruninhaa_lais@hotmail.com

Caroline Constanci Bettanin
carolconstanci@gmail.com

Cassiano Lazarotto Rambo
biorambo@unochapeco.edu.br

Cristiane Zanini
criz_zanini@yahoo.com.br

Diana Folmer
difolmer@unochapeco.edu.br

Evandro Zanin
evandroz@unochapeco.edu.br

Jaqueline Scapinello
jaquescapinello@gmail.com

Vianei Luís Hammerschmitt
vianeilh@yahoo.com.br

Anderson Rodrigo Miranda
armiranda@casan.com.br

Camila Bertollo Milani
mila.bio@unochapeco.edu.br

Debora Carneiro Leite
deby@unochapeco.edu.br

Erikcsen Augusto Raimundi
erikcmundi@unochapeco.edu.br

Francielle Cristina Luiz Ramos
franbiors@yahoo.com.br

Gabriele Norma Zilli
gabi_bio2003@yahoo.com.br

Iara Elisa Cardoso da Silva
iarabio@yahoo.com.br

Marieli Galvan Bocchese
leligalvan@unochapeco.edu.br

Maritânia Bagnara
marimb@unochapeco.edu.br

Renata Gandolfi
regandolfi@bol.com.br

Rosi Maria Prestes
rosip@unochapeco.edu.br

Rui Márcio Franco
rfranco@unochapeco.edu.br

Ubiridiana Patrícia Dal'soto
ubiridiana@unochapeco.edu.br

Vitor Sartor
sartor@unochapeco.edu.br

Arceni Marcelo Dal Piva
profparana@unochapeco.edu.br

Carla Deonisia Hendges
carlabio@unochapeco.edu.br

Cleusa Teresinha Anschau
ctanschau@unochapeco.edu.br

Dórys Angela Cordenunzzi
dorys@unochapeco.edu.br

Francielli Girardi
fg@unochapeco.edu.br

Grasiele Fatima Busnello
grasibusnello@gmail.com

Janete Facco
janetefacco@yahoo.com.br

Jaqueline Klein
jacquelyne@unochapeco.edu.br

Leonardo Antonelo
antonelo@unochapeco.edu.br

Mariléa Fátima Matiazzo
marileafatima@yahoo.com.br

Mônica Tavares de Barros
m.t.barros@hotmail.com

Peterson Fernando Schaedler
petersonfs@unochapeco.edu.br

Regina Ferronatto
regina_f@unochapeco.edu.br

Tania Denise Ulrich
tana_bio@unochapeco.edu.br

Bianca Cristina Alessio
biancaca@celesc.com.br

Caroline Eliza Mendes
carol_engquimica@yahoo.com.br

Cristiano Ilha
cristiano_ilha@hotmail.com

Daniela Dalegrave
danielafw@unochapeco.edu.br

Fabiana Casarin
fabicw@unochapeco.edu.br

Jane Fátima da Silveira Guntzel
janef@unochapeco.edu.br

Leandro Reinhold Baucke
impactoenergy@gmail.com

Norvalino João Engel
norvalino@unochapeco.edu.br

Priscila Fernanda Rech
naotem@unochapeco.edu.br

Rafael Celuppi
celuppi@unochapeco.edu.br

Rebecca Iva Carreiro Simonetti do Pillar
rebeccaiva@unochapeco.edu.br

Veluma Ialu Molinari de Bastiani
veluma@unochapeco.edu.br

Elisonia Carin Renk
elisoniarenk@gmail.com

France Vanessa Baldo
france@unochapeco.edu.br

Gilmar Jose Dalmolin
gilmar_dalmolin@yahoo.com.br

Jaqueline Terezinha Tochetto Sandi
jak@unochapeco.edu.br

Kerli Paula Melz Viebrantz
silviokv@gmail.com

Lauci Dalla Zem Giaretta
laucidzg@gmail.com

Luciana Pellizzaro
lupellizzaro@unipar.br

Marcos Antônio Teo
marcosteo@unochapeco.edu.br

Milton Hahn
miltonhahn@yahoo.com.br

Osmar Tomazelli Junior
osmar.tomazelli@gmail.com

Rita Maria Trindade Rebonatto Oltramari
rrebonatto@unochapeco.edu.br

Tania Cunha
tncunha@unochapeco.edu.br

Anna Maria Siebel – Dra. em Biologia Celular e Molecular 
annasiebel.siebel@gmail.com


Arlene Anélia Renk - Dra. em Antropologia Social
arlene@unochapeco.edu.br 


Carolina Riviera Duarte Maluche Baretta – Dra. em Agronomia 
carolmaluche@unochapeco.edu.br 


Daniel Albeny Simões – Dr. em Entomologia  
danielalbeny@gmail.com 


Jacir Dal Magro - Dr. em Química 
jacir@unochapeco.edu.br 


José Vladimir de Oliveira - Dr. em Engenharia Química 
jvladimiroliveira@gmail.com 


Josiane Maria Muneron de Mello - Dr. em Engenharia Química 
josimello@unochapeco.edu.br


Leila Zanatta – Dra. em Farmácia 
leila.zanatta@unochapeco.edu.br 


Márcio Antônio Fiori – Dr. em Engenharia Química 
marciofiori@gmail.com 


Mirian Carbonera – Dra. em Arqueologia 
mirianc@unochapeco.edu.br 


Renan de Souza Rezende - Dr. em Ecologia
renan.rezende@unochapeco.edu.br


Ronei Baldissera – Dr. em Ecologia
roneibaldissera@gmail.com 


Silvana Terezinha Winckler – Dra. em Direito
silvanaw@unochapeco.edu.br


Docente colaborador


Angelo Luis Stapassoli Piato - Dr. em Ciências Farmacêuticas

angelopiato@gmail.com 

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais oferece vagas em disciplinas eletivas para os alunos especiais. A seleção para esses alunos é realizada semestralmente, considerando as normas do Programa, por meio de edital específico. 

No caso de posteriormente ingressar no Mestrado como aluno regular, poderão ser aproveitados créditos cursados como aluno especial, conforme previsto no regulamento do programa. O fato de cursar disciplinas como aluno especial não garante o ingresso como aluno regular devendo submeter-se ao processo seletivo, realizado anualmente.

Para inscrever-se como aluno especial, o candidato deverá contemplar as informações do Edital e entregar os seguintes documentos:

I - formulário de inscrição devidamente preenchido;

II - cópia do documento de Identidade e do CPF (no caso de o candidato ser estrangeiro, deverão ser apresentados os documentos exigidos pela legislação específica);

III - cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento;

IV - cópia da Quitação com o Serviço Militar;

V - cópia do Título Eleitoral;

VI - comprovante da última votação ou declaração de quitação eleitoral expedida no site do TRE (Tribunal Regional Eleitoral);

VII - comprovante de vacinação contra rubéola para mulheres até 40 anos;

VIII - comprovante de residência atualizado;

IX - Diploma do Curso de Graduação;

X - Histórico Escolar do Curso de Graduação;

XI - Curriculum vitae devidamente documentado  (não é necessário autenticar as cópias).

Confira o edital 2018/1:

https://www.unochapeco.edu.br/cienciasambientais/downloads/edital-disciplinas-isoladas-2018-1-edital-n-006-reitoria-2018

Classificados 2018/1:

https://www.unochapeco.edu.br/cienciasambientais/downloads/classificados-disciplinas-isoladas-2018-1-edital-n-006-reitoria-2018


SOLICITAÇÃO DA DEFESA

Para solicitação da defesa o estudante deverá atender os ordenamentos do Programa:

1) Preencher o formulário de agendamento de defesa da dissertação e encaminhar a Divisão dos Cursos de Pós-Graduação com no mínimo 30 dias de antecedência da data agendada para homologação da banca avaliadora junto ao Colegiado do Programa;

2) Confirmar com a Divisão dos Cursos de Pós-Graduação stricto sensu quanto à homologação da banca junto ao Colegiado do Programa  e encaminhar com no mínimo 30 dias de antecedência as cópias da dissertação (com os endereços para envio, no caso de membros externos) para todos os membros da banca avaliadora (titulares e suplentes).

SALA E EQUIPAMENTOS

É de responsabilidade da Divisão dos Cursos de Pós-Graduação stricto sensu a reserva de sala e equipamentos para a defesa, porém, cabe ao estudante preencher devidamente o formulário de agendamento de defesa da dissertação.

SUPORTE FINANCEIRO

O Programa dispõe de recurso financeiro para auxílio de custo (transporte/hospedagem) para o membro externo da banca examinadora.

Para os encaminhamentos de passagens aéreas/terrestres e hospedagem do membro externo, os contatos necessários e as informações são de responsabilidade do estudante/orientador e devem ser sugeridos no formulário de agendamento de defesa.

Em caso de dúvidas, contate a Divisão dos Cursos de Pós-Graduação stricto sensuposstricto@unochapeco.edu.br 

 

Formulário de agendamento de defesa da dissertação

Folha de aprovação da dissertação final*

Folha de aprovação da dissertação final (com professor coorientador)*

*O estudante, para a data de sua defesa, deverá preencher a folha de rosto com as informações solicitadas  e coletar as assinaturas dos membros de sua banca. Posteriormente, deverá inseri-la no corpo da dissertação final.

 

 

ENTREGA DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO

Dentro do prazo regimental (60 dias após a defesa da dissertação) o estudante deverá encaminhar à Divisão dos Cursos de Pós-Graduação stricto sensu  os documentos abaixo relacionados para os trâmites de homologação da dissertação em Colegiado e posterior emissão do diploma:

a) Ficha catalográfica: o encaminhamento da confecção da ficha catalográfica é de responsabilidade do(a) estudante. Para isso deverá procurar profissional habilitado.

b) Entrega da dissertação/trabalho final: deverá ser entregue uma cópia da dissertação, conforme as normas do Programa, em CD, contendo a dissertação final em seu formato integral, incluindo, no corpo do trabalho, a ficha catalográfica e a folha de aprovação (assinada).

OBSERVAÇÃO: A entrega do CD deve obedecer esta normatização.

c) Entrega do artigo: deverá ser entregue uma cópia física da submissão do referido artigo ou a publicação em periódicos na área do Programa (informar o qualis do periódico).(Verificar o regramento quanto à submissão de artigo da sua modalidade de bolsa de estudo).

d) Declaração de conferência da dissertação: deverá ser preenchida na íntegra e assinada pelo(a) orientador(a).

e) Licença do autor: deverá ser preenchida na íntegra e assinada pelo(a) estudante.

 

Após os trâmites de homologação da dissertação no Colegiado, a Divisão dos Cursos de Pós-Graduação stricto sensu encaminhará os documentos à Secretaria Acadêmica para os trâmites finais da emissão do diploma.

O estudante será informado da retirada do diploma junto à Central de Relacionamento. Não serão encaminhados diplomas via correio.