Webmail
Menu Busca

Fapesc inicia atendimento presencial no Pollen Parque Científico e Tecnológico

Inovação

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) traz novidades para o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) do Oeste catarinense. Na última segunda-feira (04/10), a Fundação iniciou os trabalhos presenciais em Chapecó, no Pollen Parque Científico e Tecnológico. Este é o primeiro espaço físico fora de Florianópolis e marcará um novo momento, ampliando a conexão entre a entidade e o ecossistema da região. 

O início da operação do espaço se dá menos de dois meses após a assinatura do Termo de Cooperação Técnico-Científica com a Fundação e a Unochapecó, que faz a gestão do Pollen Parque. O documento foi assinado em 18 de agosto de 2021 pelo presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, e pelo reitor da Universidade, Claudio Alcides Jacoski.

Fábio, que realiza visita ao município ao longo desta semana, salienta que o espaço será um local estratégico para a realização de agendas, reuniões, eventos, articulações e o estreitamento da relação da Fundação com os atores de CTI. “É um momento significativo em Santa Catarina e a Fapesc vai conseguir estar mais próxima dos pesquisadores e dos empreendedores desta região, algo que não acontecia em sua plenitude em função da distância física entre a capital do estado e o Grande Oeste. É incrível o que temos em desenvolvimento em Santa Catarina e hoje, a Fapesc está cada vez mais próxima das diversas regiões, especialmente por esta interlocução com a rede de Centros de Inovação”, afirma. 

No espaço em Chapecó, haverá um coordenador de projetos para atender ao público e, além disso, o presidente da Fapesc deve ir com frequência ao Oeste para dialogar não apenas com o ecossistema de Chapecó, mas com o de outros municípios da região. 

 

Editais abertos 

A Fapesc está com nove editais abertos nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação para a concessão de recursos para inovação, pesquisas e bolsas. Juntos, os editais somam R$ 18.013.600,00. 

Para a formação de desenvolvedores para Tecnologia de Informação (TI), dentro Programa Dev-TI SC+Tec, o edital concede um investimento de R$ 4.032.000,00 para a formação de 1.260 novos programadores em Santa Catarina. As inscrições podem ser feitas até 25 de outubro e podem participar universidades comunitárias para oferecer os cursos na forma de extensão.

Já para o Programa de Apoio à Ativação do Ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação e Desenvolvimento da Cultura de Empreendedorismo Inovador, os recursos são da ordem dos R$ 2 milhões. O edital irá beneficiar 20 projetos com R$ 100 mil cada. As inscrições encerram às 18h do dia 15 de outubro e podem participar instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos. 

Ao Programa de Apoio ao Empreendedorismo Universitário Inovador no Estado de Santa Catarina, a Fapesc disponibilizará R$ 9,5 milhões, contemplando 95 propostas com R$ 100 mil cada. O edital pretende promover o empreendedorismo, a pré-incubação e incubação de TCCs dentro das universidades e por isso está aberto a trabalhos de instituições públicas, comunitárias e privadas sem fins lucrativos. As inscrições podem ser feitas até às 18h do dia 21 de outubro. 

Para saber mais sobre estas e outras oportunidades, acesse www.fapesc.sc.gov.br

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Pollen
pesquisa
Inovacao
Fapesc

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus