Webmail
Menu Busca

Laboratório 3D da Unochapecó produz máscaras para doar ao Hospital Regional

Saúde

Texto Gabriel Kreutz*

 

Temos muitas razões para acreditar que tudo vai passar. Mas sabemos que precisamos enfrentar essa crise, todos unidos. Muitas demonstrações de solidariedade e união já foram mostradas pela população, e é por esses sentimentos, e principalmente pela empatia, que a Unochapecó desenvolve mais uma ação para ajudar os profissionais da saúde, que estão na linha de frente no combate ao Covid-19. Através do Laboratório Pronto 3D, a Universidade está produzindo máscaras do tipo face shield (semelhantes a viseiras de capacetes), que serão doadas ao Hospital Regional do Oeste (HRO).

A atividade é liderada pelo curso de Arquitetura e Urbanismo, em parceria com o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@, Agência Gestão da Inovação, Laboratório Pronto 3D e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Com as impressoras 3D que o laboratório possui, é possível produzir quatro máscaras por dia. A princípio, serão destinadas 120 máscaras deste tipo para o HRO.

Modelo de máscara passou pela aprovação dos profissionais de saúde do HRO

De acordo com a professora do curso, Paula Batistello, antes de iniciar a produção do equipamento, foram feitos vários testes e consultas com profissionais da saúde, para comprovar a eficácia. “Estudamos 4 modelos de máscaras a partir do que já havia sido feito por outras instituições. Testamos as mesmas com profissionais da área, mediados pela engenharia de segurança do trabalho do Hospital Regional do Oeste, e fizemos as adaptações solicitadas nos modelos escolhidos”, explica.

A coordenadora de Arquitetura e Urbanismo, professora  Katiane Balzan da Luz, relata que, a partir das demandas e considerações realizadas pelos profissionais do hospital, a equipe está trabalhando no desenvolvimento e produção de novos produtos e outros tipos de máscaras. “Esperamos apoiar aqueles que estão na linha de frente, com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) não apenas seguros, mas confortáveis e práticos. Atualmente o cenário posto para os EPIs na área da saúde é de escassez e valores bastante altos se comparados a outros momentos. Nossa intenção como Universidade é levar apoio com segurança e tecnologias aplicadas, com custo reduzido”, ressalta.

A compra da matéria prima para a produção das máscaras ocorreu por meio de recursos da Fapesc. Além disso, a Rede Pronto 3D, quando criada, também foi a partir de projeto financiado pela Fundação. “Também estamos buscando parceria de empresas e doações para aquisição de outros materiais necessários para a fabricação”, finaliza Katiane.

 

*Jornalista - Assessoria de Imprensa Unochapecó

COMPARTILHE
TAGS
Unochapeco
Pronto 3d
Ods unochapeco
Ods
Hro
Doacao de mascaras
Arquitetura e urbanismo

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus
Pós-Graduação UNOCHAPECÓ
Chame no Whatsapp