Webmail
Menu Busca

Nova mostra estará disponível amanhã no Instagram da Agostinho Duarte

Cultura

Texto Ícaro Colella*

 

As manifestações artísticas podem ser usadas como poderosos instrumentos de transformação reflexiva e social. Elas perpassam a alegoria, o entretenimento ou a mera decoração, para causar inquietação e fazer pensar. Ao fazer críticas contundentes às questões latentes da sociedade, em especial ao Brasil, o artista Sid Geremia montou sua mostra que fala sobre como a violência, a economia, a depressão, a pseudo justiça, entre outros temas, surgem emaranhados no discurso: tudo é política? A quarta exposição online da Galeria Agostinho Duarte, intitulada “Inquietações”, estará disponível amanhã (20/08) no Instagram, às 19h, e é um convite para o espectador sair da sua zona de conforto. 

A mostra é composta por 10 pinturas em tinta acrílica 

A mostra é composta por 10 pinturas em tinta acrílica sobre papel em dimensões variáveis. Ela nasceu em 2017, com uma série de pinturas desenvolvidas a partir de problemáticas pessoais e universais. A exposição foi pensada e apresentada, inicialmente, para o espaço expositivo da Galeria, localizada dentro da Unochapecó. Depois de selecionada no edital organizado pelo curso de Artes Visuais da Universidade, a mostra foi adaptada para o meio online devido à pandemia.

Como afirma a professora da Escola de Artes de Chapecó, Ana Claudia Anschau, Sid Geremia, utiliza da pintura como linguagem crua, simples e ao mesmo tempo visceral. O artista traz consigo o 'nervosismo' latente em seus temas mais profundos. "Sid busca em Van Gogh e outras referências, como fotografias, pretextos para externalizar sentimentos como angústia, raiva, tristeza, medo e culpa". 

O artista visualiza que, neste caso, nada substitui a mostra física, pois existem elementos próprios da linguagem da pintura que o formato virtual não consegue apresentar. Porém, esse tipo de exposição tem um alcance imensamente maior, oportunizando a um público que não possui o hábito de frequentar espaços culturais, por exemplo, o contato com imagens impactantes e importantes para a sua reflexão.

"O momento em que vivemos, permeado por crises de saúde, econômica, moral e política, pede, mais do que nunca, uma produção artística que mostre essas problemáticas e sobretudo desperte nas pessoas a vontade de se tornarem seres melhores", comenta Sid. 

A exposição online funciona desta maneira: no horário marcado, as obras são postadas na conta da Galeria no Instagram. Simultaneamente, o público pode acompanhar uma live, em que o artista conversa sobre as obras e sua mostra em geral com a professora e coordenadora do espaço, Marinilse Neto. Vale lembrar, que por conta do formato, ainda é possível conferir as três exposições anteriores no feed da Galeria.

 

*Estagiário sob supervisão de Jessica De Marco

COMPARTILHE
TAGS
Artes
#arteculturaevisualidade #artesvisuaisunochapeco #grupodepesquisa #ocorpoeanatureza #artecontemporânea #bodyart #fotografia #natureza #performance

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus