Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Unochapecó participa de pesquisas arqueológicas na Argentina

Geral

Desde 2013 a Unochapecó mantém convênio de cooperação científica com o Instituto Nacional de Antropologia e Pensamento Latino-Americano (INAPL), através deste já foram realizadas diferentes ações, como projetos de pesquisa, publicação de artigos, capítulos, cursos e palestras. E, durante os meses de janeiro e fevereiro, a Universidade está participando de pesquisas desenvolvidas em sítios arqueológicos da Argentina.

Objetivando realizar a amostragem de sítios de grupos de caçadores e coletores complexos que colonizaram o baixo rio Paraná e Uruguai, em Entre Rios e Buenos Aires. Segundo o coordenador do projeto, Daniel Loponte, as sociedades viveram entre 2500 e 400 anos atrás e a pesquisa busca informações sobre o estilo de vida, perfil genético, cultura material e aspectos evolutivos. “O projeto permitirá caracterizar a complexidade cultural pré-colonial na bacia do Prata e quais são os mecanismos pelos quais surgem as sociedades complexas humanas”.

Representando a Unochapecó, a coordenadora do CEOM, professora Mirian Carbonera, conta que a parceria também alinhou outros termos de cooperação, como com a Universidade de Bolonha na Itália, onde estão sendo desenvolvidas análises isotópicas e de DNA de amostras de populações pré-históricas que viveram nos últimos 10 mil anos no sudeste da América da Sul.

“A participação nesta pesquisa contribui para abrir novas possibilidades de estágio e projetos de extensão a estudantes da Unochapecó. Ela também permite ampliar a perspectiva de análise, já que o período pré-colonial deve ser percebido num contexto mais amplo, neste caso as informações do sul do Brasil devem ser integradas aos dados da bacia do Prata”, relata.

 

*Com informações do Ceom

COMPARTILHE
TAGS
Pesquisas
Ceom
Arqueologia

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus