Webmail

Cuidado com os e-mails falsos.

Lembre-se: a Unochapecó jamais solicitará sua senha por e-mail ou por telefone.

Pesquisa da Uno sobre epilepsia é apresentada nos Estados Unidos

Saúde

Uma pesquisa, realizada pela professora da Unochapecó Anna Maria Siebel em parceria com pesquisadores da PUCRS e UFRGS, foi publicada em forma de vídeo pela Editora Elsevier, dos Estados Unidos.

O trabalho recebeu o nome de “Rapamycin suppresses PTZ-induced seizures at different developmental stages of zebrafish” e mostra a aplicação da rapamicina, um composto natural obtido a partir da bactéria Streptomyces hygroscopicus, no tratamento da epilepsia.

A epilepsia encontra-se entre as principais doenças neurológicas crônicas e cerca de 30% dos pacientes não respondem aos tratamentos farmacológicos disponíveis atualmente, explica a pesquisadora. Por ser uma doença cujos tratamentos disponíveis ainda não se mostraram plenamente efetivos, diversos pesquisadores buscam novas alternativas terapêuticas. “Nosso grupo vem investigando o potencial da anticonvulsivante da rapamicina devido a sua capacidade de inibir a atividade neuronal. Analisamos o potencial efeito anticonvulsivante da rapamicina em diferentes fases do desenvolvimento e nossos resultados mostraram que sua aplicação retarda a ocorrência de crises convulsivas em neonatos, jovens e adultos”, afirma a professora Anna.

O grupo de pesquisa, composto ainda pelo professor Jacir Dal Magro e outros colaboradores, está vinculado ao programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e vem desenvolvendo seus estudos no Laboratório de Genética e Ecotoxicologia Molecular da Unochapecó. Atualmente, estudantes do Mestrado em Ciências Ambientais e de diferentes cursos de graduação, como Ciências Biológicas e Farmácia, vêm participando das pesquisas. “Nosso grupo pretende seguir estudando a aplicação deste composto em diferentes patologias e os alunos que tiverem interesse em participar dos estudos podem nos procurar”, afirma a professora.

O artigo original e sua apresentação podem ser acessados através do site Pharmacology Biochemistry and Behavior.

Formato inovador 

Para chamar a atenção do público, pesquisadores e editores têm investido cada vez mais no uso de ferramentas de divulgação que tornem as publicações científicas mais atrativas e interessantes. Como é o caso dessa pesquisa, que foge dos padrões através da inclusão de infográficos, vídeos e AudioSlides. O objetivo é tornar a leitura mais interativa e envolvente. Os resultados são explicados pelos autores com suas próprias palavras, o que ajuda na compreensão do conteúdo. Além disso, as apresentações podem ser divulgadas em mídias sociais, o que chama a atenção dos leitores. 

Para acompanhar a apresentação completa do artigo acesse aqui. 

COMPARTILHE
TAGS
Saude
pesquisa
Estudos

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus