Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Workshop é ministrado pelo expert Hartmut Welck, da Alemanha

Geral

Workshop é ministrado pelo expert Hartmut Welck, da Alemanha um workshop com o tema “Cluster de biotecnologia e inovação em pequenas e médias indústrias: o case de Baden-Wüttemberg” ocorre na Unochapecó. Essa ação, iniciada nesta segunda-feira, 6 de agosto, encerra nesta terça-feira, como parte do Projeto de Cooperação Internacional firmado entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a União Européia, por meio das regiões de Emilia-Romagna (Itália) e Baden-Wüttemberg (Alemanha).

O workshop é ministrado pelo expert-líder da Baden-Wüttemberg, Hartmut Welck, que trabalha na Steinbeis Foundation. Nos dias 6 e 7 de agosto, ele discute temas ligados ao cluster de biotecnologia, como gestão da inovação, transferência de tecnologias, auditorias de inovação em empresas e oportunidades para cooperação Europa-Brasil. O evento conta, ainda, com a presença do representante da Fapesc, Diógenes Feldhaus, que faz a mediação do palestrante com o público e informa que “o evento está sendo importante para mostrar os conceitos da organização de empreendedorismo com base em biotecnologia”.

foto

O objetivo é de conhecer como Baden-Wüttemberg e outras experiências europeias organizam e desenvolvem o cluster de biotecnologia para a indústria de pequeno e médio portes, discutir temas como a gestão da inovação e tratar sobre auditorias de inovação em empresas. Para o coordenador do Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica (Nitt), professor Radamés Pereira, “oportunidades como essa servem para quem está participando entrar em contato com outras realidades, aprendendo a aplicação de processos, produtos e gestão de negócios para a região”. Acrescenta que também é importante discutir a cadeia da pequena e média indústria catarinense de biotecnologia, buscando identificar oportunidades de melhoria ou práticas a serem implementadas. Para Radamés, há  oportunidades para futura interação através da missão brasileira que irá à Europa para visitar Baden-Wüttemberg e Emilia-Romagna.

Mais de 20 pessoas, das mais diversas áreas, participaram do workshop, realizado no auditório 3 do bloco R3 do campus da Unochapecó. Todos eles tem a finalidade de conhecer as melhores práticas e a organização produtiva da região de Baden-Wüttemberg. A professora e pesquisadora de engenharia de alimentos Maria Manuela Camino Feltes, do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC)/Campus Concórdia, disse que “inovação é enxergar de maneira diferente e adequar ao dia a dia”. Já o engenheiro agrônomo Luis Carlos Vieira, da Epagri, participa para conhecer os modelos de negócios aplicáveis em sua área de atuação na pesquisa agropecuária.

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus