Minha Uno
Webmail
Menu Busca

Estudantes de cursos EAD da Uno desenvolvem ideias inovadoras durante disciplina

Educação

Texto Ionara Virmes*

 

A Unochapecó, nos últimos anos, atua como incentivadora do empreendedorismo, estimulando o envolvimento com a inovação e o desenvolvimento de novas ideias desde os primeiros períodos dos cursos. O Pollen Parque Científico é um destes incentivos. Teve o início de suas atividades em agosto e já conta com 46 empresas instaladas, sendo 21 startups e 25 já consolidadas, fomentando a inserção de novos empreendedores na região.

Recentemente, a Instituição também foi reconhecida pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior) como a 2° universidade mais empreendedora de Santa Catarina. A alta posição no ranking deve-se ao forte envolvimento da Uno com esta área. Umas das ações que reforça esse reconhecimento é a consolidação da ABEx (Aprendizagem Baseada em Experiências) no currículo acadêmico, com a proposta de inserir os estudantes com práticas reais do dia-a-dia profissional desde o primeiro momento de aula.

Os estudantes desenvolveram pitches para a produção de seus projetos

O Ensino à Distância (EAD) da Uno está alinhado a este cenário, e apresenta ampla interação com a área, buscando desenvolver nos estudantes o espírito empreendedor. Exemplo disso, é a presença do componente curricular 'Empreendedorismo' nos cursos de Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira, Marketing, Logística, Processos Gerenciais, Administração, Ciências Contábeis e Ciências Contábeis 2.0. Essa disciplina é ministrada pelo professor Paulo Jordani e é composta por oito aulas online. Ele conta que, neste módulo, aproximadamente, 100 estudantes dos nove cursos estão matriculados na matéria, e que ela é importante para evidenciar a participação do EAD nas transformações da Universidade. 

"Estimular a atividade empreendedora não ajuda apenas quem deseja trabalhar no ramo, auxilia também aqueles que trabalham em organizações que inovam e geram novas ideias constantemente. Ter pessoas conhecedoras das ferramentas certas é condição básica para o sucesso no processo de inovação", relata.

Na última aula da disciplina, realizada no dia 02 de dezembro, cada grupo de estudantes teve que realizar um pitch, ou seja, uma apresentação breve do seu projeto, para profissionais da área convidados, que atuaram como possíveis investidores. De acordo com o professor, as ideias foram muito elogiadas por todos os participantes da aula.

Para a estudante do curso de Administração, Aline Jorgetto, a disciplina foi um marco em sua trajetória acadêmica, e gerou uma novo olhar sobre diferentes temas. "Aprendemos que nem sempre é necessário apenas o investimento financeiro, mas também a questão de visão e inovação. Afinal, o nosso país necessita cada vez mais de um povo empreendedor, para gerar mais empregos e auxiliar na economia interna", conta.

 

*Estagiária sob supervisão de Gabriel Kreutz

COMPARTILHE
TAGS
Solucoes
Inovacao
Empreendedorismo
Ead

LEIA TAMBÉM

comments powered by Disqus