Webmail
Menu Busca

Centro de documentação e pesquisa

 

Durante a trajetória do CEOM sempre houve a preocupação em salvaguardar a memória da região oeste catarinense, através da reunião de fontes sobre a história regional. Em 1998, o CEOM recebeu como doação um acervo importante para o entendimento do processo de colonização da região oeste de Santa Catarina, principalmente da cidade de Chapecó: o Fundo Empresarial Bertaso, oriundo da Colonizadora Bertaso, Maia e Cia. No mesmo ano, o Centro recebeu também o Fundo Comarca de Chapecó, composto por: processos civis, eleitorais e inquéritos policiais.

O recebimento desses acervos, foi fundamental para a criação no ano de 2000, do Centro de Documentação e Pesquisa, com a finalidade de salvaguardar esses e outros fundos e coleções. Tem como ações principais: a reunião, a organização e a disponibilização ao pesquisador dos documentos para consulta no local ou através do acervo digital.

Além destas atividades, são realizadas assessorias e desenvolvidos projetos em parceria com empresas e entidades que necessitam de trabalhos técnicos especializados em preservação e gestão de acervos documentais.

O acervo textual do CEOM conta com 400 metros lineares de documentos, contabilizando aproximadamente 2.800 caixas de arquivo.

 

imagem 7 ceom Imagem 8 ceom

Imagem 9 ceom Imagem 10 ceom 

Imagem 11 ceom Imagem 12 ceom 

 

Saiba Mais

Com um volume documental considerável, o Centro de Documentação passou a ser pensado a partir de 1998, com a ajuda de profissionais do Centro de Documentação e Informação Científica Professor Casemiro dos Reis Filho (CEDIC), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP).

 

Que acervos documentais recebemos

Se você possui documentos relacionados a história do oeste de Santa Catarina e gostaria de fazer a doação, contate nossa equipe. Para a doação ser efetivada os profissionais do CEOM farão uma avaliação dos documentos.

 

Como ter acesso

Todo o acervo original está disponível para pesquisa no local, alguns fundos e coleções podem ser acessados por meio do banco de dados digital.

 

Banco de dados e acervo digital

Pensando em democratizar, ampliar e modernizar o contato entre pesquisador e documento, o CEOM desenvolveu com apoio da Caixa Econômica Federal, o projeto de “Catalogação e Informatização do acervo do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina – CEOM”, que teve início em 2006 e que resultou na criação de um banco de dados.

Através do banco o pesquisador acessa, via web, os documentos e/ou amostragens de fundos e coleções. Além de facilitar a consulta, o acervo digital preserva as fontes primárias, uma vez que não são manuseadas com frequência. Em função do volume de documentos que o CEOM mantém sob sua guarda, este projeto tem caráter permanente e contínuo.

O acervo disponível no banco de dados digital pode ser consultado clicando aqui.

 

Imagem 13 ceom