Webmail
Menu Busca

Fundos e coleções documentais

 

Na relação abaixo, é possível ter uma ideia dos principais fundos e coleções disponíveis:

Fundo Empresarial Bertaso: Acervo tombado através da Lei Municipal Lei nº 3.202, de 09 de agosto de 1993. São documentos de diferentes empresas que pertenceram ou tiveram como sócio, integrantes da Família Bertaso. As empresas estão relacionadas à: colonização e comércio de terras, extração de erva-mate e madeira, moinhos de trigo, cerâmicas, olarias, serrarias, entre outras. Destacam-se no acervo as representações cartográficas sobre o oeste catarinense, muitas delas elaboradas na primeira metade do século XX. Este fundo documental é de suma importância para a constituição social e econômica do município de Chapecó, a partir de 1918.

Fundo Comarca de Chapecó: Doados pela Comarca de Chapecó-SC, compõe este fundo processos judiciais da área civil, eleitoral e inquéritos policiais. Temas muito frequentes que podem ser encontrados nesses documentos são: questões de terra, questões trabalhistas, de cobrança, defloramentos, suicídios, acidentes de trânsito, entre outros; os documentos compreendem o período entre 1917 até a decada de 1980.

Coleção Plínio Arlindo de Nês: A coleção é formada por imagens fotográficas, documentos e objetos tridimensionais que retratam a vida e atuação de Plínio Arlindo De Nês. Ganham destaque as mais de 1000 imagens fotográficas que mostram o desenvolvimento da região oeste de Santa Catarina, em atividades como: abertura de ruas, eventos, edificações, inaugurações, entrevistas, entre outros. As mesmas referem-se a Secretaria de Negócios do oeste, especialmente quando Plínio Arlindo de Nês foi o Secretário de Estado, entre 1969 e 1975.

Coleção Cidades: A coleção é composta por mais de 1000 fotografias, que retratam diferentes situações do oeste catarinense, especialmente durante o século XX, as imagens são procedentes de municípios como: Águas de Chapecó, Campo Erê, Campos Novos, Cunha Porã, Caxambú do Sul, Faxinal dos Guedes, Joaçaba, Maravilha, Dionísio Cerqueira, Guatambú, Itapiranga, Modelo, Palmitos, São Carlos, São Domingos, Seara, São Miguel do Oeste, Xaxim, Xanxerê, Itá, Caibí, Concórdia, Coronel Freitas, Ponte Serrada, Saudades, Nova Itaberaba, Planalto, Quilombo, Abelardo Luz, Mondaí, Chapecó, Pinhalzinho, São Lourenço do Oeste, Riqueza, Cordilheira Alta, São José do Cedro, entre outras.

Coleção Movimentos Sociais: A coleção possuí livros, cartilhas, clipagens de jornal, fotografias, entre outros, que tratam de diferentes aspectos do MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e do MMC - Movimento das Mulheres Camponesas, especialmente de Santa Catarina e região oeste.

Coleção Antônio Selistre de Campos: A coleção é composta por imagens fotográficas, clipagens de jornais, documentos, entre outros, que retratam um pouco da vida e da atuação do juiz Antônio Selistre de Campos, especialmente na cidade de Chapecó, entre as décadas de 1930 e 1950.