Webmail
Menu Busca

Histórico do Programa

 

O programa teve início no final da década de 1990 e tinha como objetivo principal articular ações de valorização do patrimônio histórico e cultural, como criação de museus e espaços de memória, além de produzir obras historiográficas elaboradas coletivamente com professores do curso de História da universidade, estagiários e uma equipe formada por professores de História do município que firmava o convênio.

Com esta dinâmica foram realizados os trabalhos em Quilombo, Águas de Chapecó, Nova Itaberaba, São Carlos, Distrito de Colônia Bacia (Chapecó) e Palmitos, dos quais, alguns resultaram em publicações.

A partir de 2002, as atividades passaram a ser concentradas na atuação dos técnicos e estagiários do CEOM, desenvolvendo projetos em Cordilheira Alta, Palmitos, Caxambu do Sul, Nova Erechim, Formosa do Sul, Lindóia do Sul, e realizando dois projetos de maior abrangência: “Fios entre memórias”, em municípios próximos a Lagoa Vermelha/RS, que seriam atingidos pela Linha de Transmissão 230 KV Campos Novos/SC – Santa Marta/RS e a pesquisa de abrangência regional “Inventário da Cultura Imaterial dos Luso-brasileiros do oeste de Santa Catarina”.

Também colaborou, entre 2008 e 2010, em programas compensatórios para os municípios atingidos pela UHE Foz do Chapecó, como os Sub-Programas Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Paisagístico da UHE Foz do Chapecó, desenvolvido pela Scientia Consultoria Científica e Monitoramento das Interferências sobre a População Indígena, coordenado pelo Instituto Goio-En.